Seis mil libras esterlinas. Esse foi o prejuízo que um casal de Lancashire (Inglaterra) teve ao descobrir que seu filho de apenas 11 anos de idade utilizou o cartão de crédito deles em jogos e apps. Roy Dodson, o pai, havia sincronizado a conta iTunes com seu cartão de crédito e permitido que o filho Alfie acessasse a conta. Com os privilégios, o jovenzinho fez mais de 50 compras in-app, e isso resultou em um imenso rombo no orçamento da família.

Em entrevista à BBC, o casal contou: "Na primeira vez [o filho] gastou 700 libras em menos de cinco minutos Depois mais 1,1 mil libras em meia hora e o gasto só foi aumentando e aumentando dentro do mesmo jogo” — tudo com a técnica de cobrar um pequeno valor para impulsionar o progresso do usuário.

Apesar de a Apple ter se recusado a comentar publicamente o assunto, a companhia concordou em reembolsar o valor ao casal e fez questão de lembrar aos pais de crianças e adolescentes de que existe uma função de controle parental em seus aplicativos — justamente para evitar esse tipo de problema.

Reprodução/BBC

A mãe do garoto disse que seu filho estava autorizado somente a jogar aos finais de semana, e que, ainda assim, se assustou quando o garoto tentou justificar seus atos. De acordo com ela, o garoto disse que o jogo era tão divertido que ele simplesmente não conseguia parar, e que ele somente havia apertado o botão de "comprar" algumas poucas vezes.

Fica a dica para os pais, não é mesmo!?

Cupons de desconto TecMundo: