(Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo)

O empresário John McAfee, que emprestou o nome para um dos antivírus mais famosos da internet, é o suspeito principal de ter assassinado um homem chamado Gregory Faull em Belize, na América Central, onde mora atualmente.

Faull, um construtor que também seria um expatriado dos Estados Unidos, moraria próximo do empresário, já que havia feito uma reclamação formal à prefeitura local sobre McAfee ter “disparado armas e exibido um comportamento provocante”, entre outros problemas. O rapaz foi morto com um tiro na cabeça neste domingo (11) e encontrado pela doméstica que chegou nesta manhã para limpar a casa, que fica em San Pedro Town.

McAfee já teve problemas com a polícia anteriormente, quando foi acusado de porte ilegal de armas. Além disso, ele estava envolvido com drogas experimentais desde 2010, quando vendeu a empresa para a Intel e “se refugiou” no país caribenho. Nos últimos meses, ele teria se distanciado bastante dos colegas norte-americanos – e há quem diga que ele esteve envolvido até com gângsteres de Belize.

Cupons de desconto TecMundo: