A empresa de segurança Symantec lançou um novo relatório de segurança chamado de Internet Security Threat Report Vol. 20, exibindo dados e estudos relativos à proteção (ou falta dela) nos atuais dispositivos eletrônicos.

Os dados sobre o Android são os mais preocupantes. A Symantec relata que 17% dos apps catalogados em 2014 eram malwares disfarçados, prontos para infectar usuários desavisados. Isso significa que cerca de um em cada seis apps é fruto de atividade criminosa.

Outro problema no Android são os chamados "greywares", que não são exatamente maliciosos, mas podem espiar a sua atividade ou comprometer demais o desempenho do aparelho. Eles correspondem a incríveis 36% do total de ferramentas e jogos.

No caso dos malwares, o alvo principal é o roubo de informações pessoais e bancárias. O estudo analisou 6,3 milhões de apps para Android no total.

Dados gerais

  • Mais de 317 milhões de novos malwares foram criados no ano passado;
  • Ataques não direcionados (apps na Google Play esperando para serem baixados, por exemplo) cresceram em 26% de 2013 para 2014;
  • 60% do total de crimes virtuais atacam pequenas e médias empresas que criam cada vez mais propriedade intelectual;
  • A Índia é considerada o maior alvo de ciberataques atualmente.

Cupons de desconto TecMundo: