Hoje foi dia de Android. Depois dos anúncios do Nexus 9, Nexus Player e Nexus 6, recebemos informações sobre o possível sucesso de vendas dos aparelhos com o sistema da Google neste e no próximo ano.

De acordo com as projeções da Gartner, os produtos com o robozinho devem dominar em vendas, deixando os concorrentes comendo poeira. Segundo o documento oficial, os dados levantados levam em conta computadores, tablets e smartphones.

A primeira estimativa é de que até o fim de 2014 os números de vendas dos aparelhos equipados com Android devem atingir um total de 314 milhões de unidades. Para fins de comparação, a Apple deve fechar o ano com 168 milhões e a Microsoft com 142 milhões.

No próximo ano, a Google deve continua bem em vendas, subindo o montante para 338 milhões de unidades. A Apple também deve mostrar crescimento alcançando um total de 183 milhões, enquanto a Microsoft chegará a 149 milhões.

É válido colocar em evidência que as fabricantes chinesas (que apostam principalmente no Android) têm mostrado crescimento e terminarão 2014 com ganhos significativos. A Gartner relata que as vendas de smartphones básicos estão aumentando e que esses aparelhos serão dominantes em 2018, sendo que, até lá, o sistema da Google ainda será o campeão de vendas.

Queda significativa no interesse por tablets

Mudando um pouco de foco, mas ainda falando sobre aparelhos portáteis, é válido ressaltar outro dado importante das previsões da Gartner. Segundo os números previstos, os tablets (que inclui todos os modelos com diferentes sistemas) devem vender um total de 229 milhões de unidades neste ano.

Esta informação sugere um aumento de 10% sobre o resultado obtido no fim do ano passado. Em compensação, comparando 2013 a 2012, podemos ver que o total de aparelhos vendidos foi 55% maior no fechamento dos números de 2013.

Isso sugere que o interesse diminuiu consideravelmente e que há possibilidades de que os tablets vendam ainda menos no próximo ano. A Gartner explica que essa queda nos números se deve a troca do tablet por um híbrido.

Ao que tudo indica, os consumidores estão achando mais vantajoso apostar em ultrabooks e notebooks que tenham tela sensível ao toque e sirvam também como tablet. A curva de crescimento desses dispositivos “premium”, em compensação, mostra crescimento e eles devem resultar totalizar 32% das vendas de todos os aparelhos no fim de 2018.

Ressaltamos por fim que todos esses dados são baseados nas estatísticas de anos anteriores e nos estudos que a Gartner vem realizando anualmente. O nível de confiabilidade é elevado, mas é possível que haja alguma divergência de números, já que há inúmeras variáveis que podem estimular determinados produtos e segmentos de forma diferenciada no futuro.

O que você achou desses números impressionantes?

Cupons de desconto TecMundo: