(Fonte da imagem: Reprodução/ExtremeTech)

Desde que os smartphones com Android começaram a ser lançados, os usuários passaram a ter poucos opções com a forma pura do sistema operacional e diversas com alterações feitas pelos fabricantes. Desse modo, alguns dos aparelhos mais interessantes acabam se juntando a softwares muitas vezes incômodos, criados pelas companhias para diferenciar seus produtos. No entanto, uma mudança do Google pode ajudar a aliviar um pouco isso.

Enquanto telas iniciais dos aparelhos geralmente são as escolhidas pelas fabricantes para serem modificadas, geralmente apresentando ícones e widgets customizados por padrão, uma característica do Android 4.4 (KitKat) mostra que o Google pretende tomar conta deste espaço.

A interface da tela inicial do Nexus 5, primeiro aparelho com a nova versão do Android, conta uma integração muito maior com o Google Now. Diferentemente de outros launchers tradicionais, todas as funções da tela são gerenciadas pelo aplicativo. Enquanto o Nexus 5 conta um arquivo chamado GoogleHome.apk que o sistema reconhece como o launcher, ele não passa apenas de um modelo que redireciona todas as funções presentes na tela inicial para o app do Google Search.

Com esse método, a companhia mantém a retrocompatibilidade com outros aparelhos e permite que a interface da tela inicial seja atualizada pelo Google Play, em vez da antiga necessidade de esperar uma atualização do sistema operacional.

Enquanto a mudança não é aplicada por padrão para outros aparelhos, é possível testar a nova interface ao baixar a versão mais recente do aplicativo Google Search em qualquer aparelho com Android 4.1 ou superior via Google Play. A partir daí, é só baixar o arquivo GoogleHome.apk (via AndroidPolice) e instalá-lo no aparelho como qualquer outro aplicativo comum.

Cupons de desconto TecMundo: