(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Na atual versão do Android, a 4.2 (Jelly Bean), a Google estreou um serviço próprio de verificação de malwares que impede você de baixar aplicativos nocivos. Com isso, será que os antivírus terceirizados poderiam se aposentar do sistema operacional? Se depender de um professor da Universidade Estadual da Carolina do Norte dos Estados Unidos, é melhor continuar confiando neles.

O estudo de Xuxian Jiang consistiu em colocar 1.260 amostras de códigos de malwares para Android para serem analisadas pelo serviço. O Nexus 10 do cientista só reconheceu 193 como ameaças – um total de 15,32%.

Ele ainda repetiu o procedimento com o antivírus de outras dez empresas – e todas elas tiveram um desempenho melhor que a ferramenta da Google. Um deles é o próprio serviço de scanner VirusTotal, recentemente comprado pela gigante e que logo deve fazer parte do sistema de segurança da empresa.

Cupons de desconto TecMundo: