Com o avanço nos processadores gráficos, no suporte à arquitetura 64 bits e em outros aspectos, o sonho de rodar jogos do PC em dispositivos móveis parecia cada vez mais próximo — e agora ele finalmente chegou aos aparelhos da Google.

Durante a conferência de abertura da Google I/O 2014, a empresa demonstrou em parceria com a NVIDIA a que ponto os games podem chegar em um futuro próximo com o Android L. O clipe acima é uma demonstração da Unreal Engine 4, chamada de "Rivalry", que pode rodar tranquilamente em dispositivos com uma GPU Tegra K1, em uma tecnologia que estará disponível muito em breve para desenvolvedores.

Isso é possível graças ao Android Extension Pack (AEP), um conjunto de ferramentas gráficas otimizadoras de GPU, como shaders geométricos, sombras em tempo real, compressão de textura e outros elementos que ampliam o limite visual do Android. Com o intuito de entregar o melhor material possível, a Google trabalha nessa plataforma com a ajuda de fabricantes da área, como Qualcomm e ARM.

O conteúdo construído originalmente para um PC de elite com gráficos do DirectX 11 foi portado em três semanas para o pacote de extensões e gráficos suportados pelo Android. Isso significa que desenvolvedores em geral poderão disponibilizar para gadgets uma complexidade móvel absurda graças à plataforma e a processadores como o Tegra K1 64 bits. Na apresentação, o vídeo apresentou alguns cortes que não estavam nos planos, mas a ideia é rodar esse tipo de material de forma suave nos aparelhos.

Cupons de desconto TecMundo: