Ontem (8), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou um relatório bastante amplo que mostra em detalhes o número de linhas móveis em operação no Brasil. Segundo o documento, em agosto deste ano, 280,02 milhões de números estavam ativos, o que dá uma teledensidade de 136,86 acessos por 100 habitantes.

74,29% (208,02 milhões) de todas as linhas funcionam por meio de pacotes pré-pago, enquanto que o restante, 25,71% (72 milhões), utilizam planos pós-pago. A região do país com mais acessos é a Sudeste, com 124.467.713 linhas, seguida pela Nordeste, com 70.287.368. Em seguida, vêm as regiões Sul (40.666.212), Centro-Oeste (24.320.192) e Norte (20.281.487).

Há dez operadoras habilitadas para trabalhar no Brasil, mas apenas quatro delas têm participação significativa. A companhia mais usada é a Vivo (Telefônica), com 29,08%, seguida pela Tim (26,21%), pela Claro (25,43%) e pela Oi (17,87%).

A respeito da tecnologia usada para realizar a conexão, ouve um incremento significativo nas bandas de última geração. Em fevereiro deste ano, apenas 8.377.123 clientes tinham acesso ao LTE, mas o número registrado em agosto mostra quase uma duplicação: 16.543.314. WCDMA e GSM, por sua vez, continuam sendo as tecnologias mais usadas.

Cupons de desconto TecMundo: