Para Anatel, 4G vale o investimento. (Fonte da imagem: Arquivo/Tecmundo)

No lançamento oficial da rede 4G da Vivo, em São Paulo, o presidente da Anatel, João Resende, juntamente com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, rebateu o aconselhamento da Proteste sobre o 4G. A organização argumentou no início da semana que o serviço de internet de quarta geração não passa de propaganda enganosa e seria interessante esperar mais um tempo para aderir à tecnologia.

Tal afirmação se baseou na baixa abrangência do serviço, que até o momento se limita a algumas áreas de algumas cidades e, ainda assim, conta com altos preços nos planos que o consumidor comum pode comprar. Fora isso, poucos modelos de aparelhos compatíveis estão disponíveis no mercado brasileiro.

Mesmo assim, Resende afirmou que vale a pena investir na tecnologia, mesmo que ela não esteja tão afinada nesse início. “Seria antieconômico não apostar na nova tecnologia. Não vamos ficar tutelando a opção do consumidor”, comentou ao Estado de S. Paulo. Em outro momento, ele afirmou ainda que era preferível encher as operadoras de reclamações sobre o serviço caso ele funcione mal, assim as providências poderiam ser tomadas para melhorias.

Cupons de desconto TecMundo: