Uma das células brasileiras da Anonymous divulgou em sua página oficial do Facebook uma postagem contendo um link para um enorme pacote de informações a respeito dos funcionários de mais alto escalão da Anatel (Agência nacional de Telecomunicações). Na publicação, o grupo incita seus seguidores a usarem os dados obtidos para pressionar os diretores da instituição por meio de uma série trotes e ações diretas.

A ação configura aquilo que na internet é conhecido como um Exposed, definido pela divulgação do máximo possível de informações pessoais a respeito de determinadas figuras de interesse público. No caso atual, os detalhes revelados incluem nomes próprios, números de documentos, emails, telefones e endereços completos de 50 membros da Agência, indo do presidente João Batista de Rezende e membros do Conselho diretor até assessores e gerentes da instituição.

O post no Facebook inclui sugestões de ações que os seguidores da página da Anonymous poderiam executar para pressionar os diretores da Anatel. As ideias vão desde atitudes pacíficas, como fazer ligações para “falar pessoalmente o que pensamos a respeito da internet limitada”, até ideias para trotes, como cancelar a internet fixa doméstica e os pacotes de redes móveis dos executivos ou mandar entregar “30 caçambas de entulho na porta da garagem”.

Aumentando a pressão

O vazamento dos dados dos diretores da Anatel não é a primeira ação dos hackers anônimos contra a Agência. Na última sexta-feira (1º), o grupo afirmou ter sequestrado computadores estratégicos da organização com o uso de ransomwares com o objetivo de cobrar “uma posição firme, imutável e permanente sobre o fim da franquia de dados na internet fixa” – saiba mais clicando aqui.

E você, o que acha das recentes investidas da Anonymous contra a Anatel? Deixe sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: