(Fonte da imagem: Divulgação/Avell)

Quem conhece os notebooks da Avell sabe que a empresa é especialista em desenvolver produtos de alto desempenho. Nós já analisamos diversos modelos da empresa, entre eles o Fullrange G1743 e o Titanium B153.

Desta vez, a máquina que nós testamos é o Avell Titanium B155, uma máquina da série gamer que promete chamar a atenção dos jogadores. O equipamento já conta com os novos processadores Intel da linha Haswell, a quarta geração da família Core. Além disso, o modelo possui tela Full HD e uma placa de vídeo NVIDIA GT 750M com 2 GB de memória dedicada.

Nós vamos mostrar todos os detalhes do computador, além de executar uma série de testes para ver se ele é mesmo poderoso.

Aprovado

Design

Notebooks para games geralmente são “grandalhões” e pesados. Algumas vezes isso é necessário para acomodar o hardware da máquina, incluindo placas de vídeo extras, que exigem sistemas de refrigeração mais eficientes e baterias maiores e mais potentes. O B155 foge um pouco dessa tradição, trazendo um formato mais discreto e apresentando o mesmo tamanho e peso de um notebook tradicional, o que lhe rende alguns pontos de vantagem em relação a outros modelos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Apesar de simples, o design do B155 é elegante. A parte externa da tampa apresenta uma textura muito suave, no estilo aço escovado. Na parte central, o logo da Avell contrasta com a superfície, criando um visual bonito.

Na lateral direita temos o drive óptico e duas portas USB, sendo uma 2.0 e uma 3.0. Do lado esquerdo vemos mais uma porta USB 3.0, uma saída de vídeo HDMI, uma porta de conexão e-SATA, um conector Ethernet, o conector de energia e uma saída de vídeo D-Sub (VGA). Além disso, também é possível ver a saída de ar do sistema de refrigeração do notebook.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O leitor de cartões e os dois alto-falantes ficam escondidos na leve inclinação encontrada na parte frontal do notebook.

O teclado segue o padrão chocolate (ou chicletes), em que todas as teclas são chatas e independentes umas das outras; uma tendência na maioria dos notebooks atuais. O toque é macio, e a disposição das teclas foi bem planejada, favorecendo o conforto na hora da digitação. O formato não é ABNT, o que não chega a ser um problema, mas pode incomodar algumas pessoas que estão acostumadas com o padrão.

O touchpad é espaçoso e possui uma área bem definida. Ele aceita movimentos mais complexos e até mesmo multitoques. É possível fazer o efeito de pinça para dar zoom nas imagens ou utilizar dois dedos para rolar as páginas, por exemplo. Os dois botões também são grandes e fáceis de clicar. Mesmo que o touchpad não seja ideal para jogos, ele deve ser mais do que suficiente na hora de navegar na internet ou editar textos.

Processador

O Titanium B155 já trabalha com os processadores Intel Core de quarta geração. A família Haswell faz parte de um projeto da Intel que visa melhorar o desempenho dos equipamentos, tanto em velocidade quanto em economia de energia.

O processador Core i7 presente nesse notebook possui quatro núcleos físicos, mas pode cuidar de até 8 processos simultâneos devido à tecnologia Hyper Threading da Intel. A frequência da CPU vai de 2,4 GHz a 3,4 GHz, com um consumo máximo de energia de 47 watts.

GeForce GT 750M

O notebook traz dois chips gráficos — isso porque o acelerador Intel® HD Graphics 4600 é incluído junto com o processador. Esse chip é utilizado nas tarefas mais comuns da máquina, ou seja, aquelas que não exigem muito processamento gráfico.

Quando você precisa de mais potência, o notebook passa a utilizar automaticamente a placa de vídeo externa, a GeForce GT 750M. Essa troca é feita automaticamente, sem que você perceba que o computador passou a utilizar outro chip gráfico.

O responsável por essa mudança é o NVIDIA Optimus, que seleciona automaticamente e instantaneamente a melhor GPU para a tarefa em execução, trazendo o perfeito equilíbrio entre desempenho e vida útil da bateria.

Funciona assim: quando uma tarefa menos exigente graficamente está em execução, o chip integrado processa as informações, renderiza e envia as imagens para o monitor. Quando você entra em um jogo pesado, por exemplo, a renderização pesada exigida pelo game é passada para a GPU externa, que realiza o processamento das informações e envia para o chip integrado, para que este mande as imagens para o monitor.

Memória

Você já leu aqui no Tecmundo que a quantidade de memória necessária para rodar um game com todos os detalhes no máximo varia em torno de 4 a 8 GB, dependendo do título escolhido. A Avell permite que você adicione ao Titanium B155 até 16 GB de RAM, mais que o suficiente para alocar todos os recursos do sistema operacional e dos jogos sem que você presencie travamentos e engasgos durante as partidas.

Um investimento um pouco maior no momento da compra permite que você adicione memória Corsair Vengeance ao equipamento, para otimizar ainda mais a experiência final.

Tela e qualidade de imagem

O Titanium B155 utiliza uma tela de 15,6 polegadas. A tecnologia empregada é o IPS LCD, mas o painel da tela é iluminado por LEDs. Isso significa que a taxa de contraste é excelente, assim como o brilho que, mesmo em ambientes com muita luminosidade, consegue dar conta do recado.

O que mais impressiona no monitor, entretanto, é a qualidade de imagem. A tela trabalha com resolução Full HD até aí tudo bem. O que acontece é que, como ela possui 15,6 polegadas, é possível ter uma taxa de 141 pixels por polegada, o que resulta em uma qualidade de imagem muito boa.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Para completar, o painel IPS aumenta o ângulo de visão da tela, permitindo menos distorções nas cores, mesmo em ângulos mais abertos. A tela ainda possui uma camada antirreflexiva fosca, algo simples, mas que faz diferença na hora de trabalhar com o notebook em locais com muitos iluminados.

Sound Blaster Cinema

O Titanium B155 carrega um processador de áudio VIA HD, mas que traz uma novidade interessante. Ele é compatível com a tecnologia Sound Blaster Cinema, desenvolvida pela Creative Labs para garantir a melhor experiência sonora possível. Isso garante que, mesmo que o processamento do áudio seja executado via software, a qualidade dos efeitos sonoros seja excelente.

O Sound Blaster Cinema promete ampliar a experiência sonora trazendo diversos recursos:

  • SBX Bass: essa tecnologia melhora drasticamente a experiência de som, expandindo os tons de baixa frequência;
  • SBX Crystalizer: esse recurso garante que todos os detalhes do áudio sejam ouvidos, restaurando os "altos" e "baixos" que são comprometidos com a compressão de áudio;
  • SBX diálogo Plus: aumenta as vozes de forma inteligente em jogos, garantindo um som mais nítido e limpo dos diálogos;
  • SBX Surround: vai além do som surround 7.1 e oferece bons níveis de realismo do áudio, incluindo os efeitos de surround impressionantes que produzem alto-falantes virtuais ao redor, acima e abaixo de você;
  • SBX Smart Volume: resolve o problema de mudanças bruscas de nível de volume nos jogos através da aplicação inteligente de ganho e atenuação.

É claro que o efeito proporcionado por esses recursos não é o mesmo que um processador de áudio dedicado poderia oferecer. Entretanto, a experiência da Creative em criar soluções sonoras é sempre bem-vinda para melhorar a qualidade do áudio.

No caso do B155, essa solução se mostra muito eficiente, principalmente se você utilizar um par de fones de ouvido de qualidade.

Personalização na hora da compra e garantia

Uma das grandes vantagens que a Avell oferece é a possibilidade de personalização do equipamento na hora da compra. É possível encaixar ou eliminar uma grande quantidade de componentes do notebook, tudo para garantir o máximo de desempenho que caiba no seu bolso.

É possível incluir ou remover memória, adicionar ou remover o SSD e até mesmo remover a unidade óptica e colocar mais um HD no lugar. Para completar, é possível alterar a cor do equipamento, além de poder personalizar a máquina com o seu nome.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Para completar, a Avell também oferece uma garantia de três anos para o modelo (com exceção da bateria), o que oferece um certo conforto na hora de investir na compra do equipamento.

Reprovado

O teclado não é iluminado

Um recurso que infelizmente não está presente no Titanium B155 é o teclado iluminado. Em um notebook gamer, isso pode fazer falta, principalmente porque é natural jogar à noite, no escuro.

É claro que isso não deve pesar muito na compra ou não do equipamento, mas é um recurso que iria agregar muito mais valor ao produto final.

Testes de desempenho

O Titanium B155 pertence à linha gamer da Avell. Desse modo, não poderíamos deixar de executar uma série de testes. Nós rodamos os jogos em duas configurações diferentes: a primeira com os gráficos configurados para o máximo desempenho e resolução Full HD – 1920x1080; tudo para testar completamente os limites do hardware.

Para realizar a segunda bateria de testes, configuramos a máquina para oferecer o melhor desempenho possível, permitindo que os games detectassem as configurações ideais do hardware. A resolução utilizada foi HD, ou seja, 1280x720 pixels.

Primeiro teste – Gráficos no máximo

Em quadros por segundo. Quanto mais, melhor. (Fonte da imagem: )

Segundo teste – Gráficos otimizados para o melhor desempenho

Em quadros por segundo. Quanto mais, melhor. (Fonte da imagem: )

Como podemos perceber, o Titanium B155 é perfeitamente capaz de rodar os games de última geração. Entretanto, é preciso ajustar um pouco as configurações gráficas para garantir uma fluência maior nas animações. O que mais causa impacto no desempenho dos aplicativos é a resolução de tela.

Por mais que seja tentador rodar os games em Full HD, talvez seja preciso diminuir a resolução para obter o melhor desempenho. Felizmente, você não deve perder muita qualidade visual ao fazer isso, pois a tela continua exibindo uma imagem excelente mesmo em uma definição menor.

Cabe a você regular os gráficos adequadamente antes de começar a jogar. Para facilitar essa tarefa, existe o GeForce Experience, que pode configurar automaticamente os jogos para oferecer o melhor equilíbrio entre desempenho e qualidade.

Benchmarks sintéticos

Em pontos. Quanto mais, melhor.

Em quadros por segundo. Quanto mais, melhor.

Em pontos. Quanto mais, melhor.

Em pontos. Quanto mais, melhor.

Em pontos. Quanto mais, melhor.

Em pontos. Quanto mais, melhor.

Testes com o monitor

Contraste

Nós testamos o contraste com uma escala de cores. O ideal é que os retângulos mais à esquerda (mais escuros) continuem visíveis e os da direita não se “misturem” uns com os outros no final. A possibilidade de se diferenciar (ou não) com facilidade todos os elementos na escala de cores mostra a qualidade do monitor.

(Fonte da imagem: Reprodução/Lagom LCD Test)

A taxa de contraste do B155 é bastante satisfatória. A alta definição do monitor ajuda a deixar as cores mais vivas e muito mais bem definidas na tela, tanto em cenas mais claras quanto mais escuras.

Tempo de resposta

O tempo de resposta de um monitor é um dos efeitos que mais chama atenção, principalmente em jogos de ação, que trazem uma movimentação muito rápida na tela. Trata-se do tempo que o monitor precisa para trocar de uma imagem para outra. Se esse tempo for muito grande, a transição entre os quadros apresenta “fantasmas”, ou seja, parece se arrastar e não é fluente como deveria.

O tempo de resposta da tela do Titanium B155 é muito bom. O resultado foi perfeito em todos os testes executados, pois em nenhum momento as imagens apresentaram “arrasto” — algo imprescindível em uma máquina gamer.

Ângulo de visão

Para garantir uma boa qualidade de imagem, é preciso que a tela tenha um ângulo de visão relativamente grande. Caso contrário, um pequeno desvio para o lado pode impedir que as imagens sejam vistas com uma boa definição.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A tecnologia IPS mostrou que não foi implementada à toa na tela do Titanium B155. Mesmo em ângulos mais abertos é possível ver pouca ou nenhuma distorção nas cores exibidas no monitor.

Vale a pena?

Se você procura um notebook gamer e não quer investir cifras que ultrapassem os quatro dígitos, é importante considerar o Avell Titanium B155. O modelo traz um hardware competente e ótimos recursos para garantir a diversão.

O desempenho da máquina fica dentro do esperado, ou seja, você deve conseguir jogar tranquilamente com as configurações dos games ajustadas do médio para cima sem muitos problemas.

A tela merece destaque pela qualidade de imagem apresentada. A resolução Full HD em um monitor de 15,6 polegadas impressiona, deixando os gráficos nítidos e com excelentes taxas de brilho, contraste e nitidez.

(Fonte da imagem: Divulgação/Avell)

Outro ponto que merece destaque é o sistema de som Sound Blaster, que mostra que a qualidade dos produtos Creative ainda é incomparável. Unindo a tecnologia SBX e um bom par de fones de ouvido, você tem uma experiência sonora incrível, algo essencial para jogos e filmes.

Um notebook gamer sempre vai custar mais caro que um desktop, isso é natural. A média de preço do modelo é de R$ 3.500, mas o valor pode aumentar o diminuir dependendo das modificações que você fizer no equipamento.

Desse modo, se você não abre mão da portabilidade e quer levar a diversão com você, o Titanium B155 é um ótimo equipamento e deve garantir a diversão por um bom tempo.

Este produto foi cedido para análise pela Avell.

Cupons de desconto TecMundo: