Há algum tempo, testamos o Sony VAIO Duo. Depois, o Lenovo Yoga passou em nossa bateria de testes. Essas duas máquinas nos impressionaram com bons recursos e propostas diferentes. Desta vez, vamos analisar mais um híbrido que pretende facilitar a vida de quem necessita de um tablet e um computador ao mesmo tempo.

Hoje, temos o prazer de apresentar o HP Envy X2. Este portátil não se encaixa exatamente na classe dos ultrabooks e oferece o conforto e os recursos de um tablet, possibilitando que o consumidor ainda aproveite algumas funcionalidades de um notebook com o uso do teclado destacável.

Com peso reduzido, versatilidade e duas baterias, a HP entra na briga com um produto ousado e preparado para as experiências de múltiplos toques do Windows 8. Será que este híbrido consegue abraçar duas causas e ainda oferecer excelentes resultados para o consumidor? Isso é o que vamos conferir, mas antes vale conferir as especificações do aparelho :

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Aprovado

Visual chamativo

A HP acertou em cheio na hora de projetar o visual do Envy X2. Tanto como tablet quanto como notebook, o aparelho chama a atenção. Ele tem curvas bem definidas, materiais que imitam aço escovado e boa disposição de componentes. É confortável segurar o tablet nas mãos e o tamanho reduzido facilita o transporte do gadget.

O tablet é caprichado nos mínimos detalhes. Os botões posicionados na parte traseira são um bocado diferentes e felizmente não são tão fáceis de pressionar — afinal, quem gostaria de estar no meio de uma partida e esbarrar acidentalmente no power, não é mesmo? — e as bordas bem acabadas dão o toque final no acabamento.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O display de resolução HD oferece boas respostas aos comandos de toque. O tablet funciona muito bem com jogos que precisam utilizar os sensores de movimento. Quanto ao teclado, não temos reclamações. O layout é muito parecido com o de outros produtos da HP e garante conforto na hora da digitação.

Seja como tablet ou como notebook, este híbrido se mostra muito leve e confortável, passando, ainda, a sensação de segurança. Entre os aparelhos da categoria que testamos, este gadget da HP é o mais prático e inteligente no conceito.

Bateria na medida certa

O desempenho do Envy é suficiente para executar os apps do Windows 8. O que mais nos surpreendeu, contudo, foi a autonomia das baterias do aparelho. Somando as duas cargas, pudemos extrair quase 8 horas de uso intenso.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Em nossas verificações, reproduzimos vídeos de alta definição na internet. Mesmo com o brilho no máximo, os componentes de energia deram conta do recado. Conseguir quase quatro horas de cada bateria é excelente.

Reprovado

Um conceito que não deu certo

O Envy X2 é um híbrido bonito, mas ele possui um probleminha de visual. O espaço reservado para os alto-falantes do tablet é uma fresta desnecessária, que, além de acumular poeira, pode ser danificada com facilidade.

Em teoria, o áudio com tecnologia Beats deveria ser excelente, mas não é o que conferimos na prática. Os níveis de som são elevados, mas o sistema acústico não oferece a qualidade que esperávamos. Há distorções bem claras, falta de graves e até ruídos desnecessários.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Tanto com a configuração-padrão quanto com as opções Beats, o produto nos decepcionou. Sentimos falta de alto-falantes juntos ao teclado, os quais poderiam oferecer um ganho de grave e qualidade. Quem sabe em uma próxima versão.

O conceito do Envy X2 é realmente interessante, mas o acoplamento do tablet é desconfortável. Dá medo de estragar o conector ou a trava. Você precisa usar as duas mãos e tomar cuidado para não encaixar de forma errada.

Falta poder

Conforme dissemos, o desempenho é suficiente para os apps básicos do Windows 8, mas não espere mais do que isso. Os aplicativos funcionam bem em um primeiro momento, mas trabalhar com múltiplas tarefas é impossível. Depois de um tempo, até o menu do Windows ficou lento.

Em nossa análise, a experiência com o produto foi decepcionante. O Envy X2 é incapaz de manter boas taxas de frames mesmo nos games mais básicos. Infelizmente, o processador Atom não consegue dar conta do recado e somente 2 GB de memória RAM são insuficientes para quem usa muitos programas.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Considerando que o Envy X2 é mais um tablet do que um notebook, o SSD de 64 GB é bem interessante, mas é fato que ele pode limitar a instalação de softwares maiores e o armazenamento de arquivos de vídeo em alta definição.

Um tablet razoável

A câmera principal do produto é capaz de capturar 8 MP. O número é impressionante, mas o resultado das fotos nem tanto. A lente é útil apenas para ambientes bem iluminados, mas mesmo assim não capta com qualidade. As imagens não ficam nítidas e o uso do flash não serve de muita coisa.

Para um notebook, a resolução HD da tela é suficiente, mas este gadget foi projetado para ser usado na maior parte do tempo como um tablet. E, quando aproximamos a tela, podemos ver que o display não oferece qualidade suficiente. Os pixels são visíveis, o que incomoda tanto na hora de visualizar imagens quanto quando você resolve ler textos.

Vale a pena

Todos os defeitos do Envy X2 são perfeitamente aceitáveis, se considerarmos que este é um aparelho para tarefas básicas. Acontece que a história muda completamente quando falamos no preço do produto. No Brasil, o valor mais baixo para adquirir este híbrido é de 3.600 reais!

São 3.600 reais por um tablet que vem com teclado e bateria extra, mas que mal consegue aguentar as tarefas básicas do Windows 8. Levando isso em consideração, certamente não vale a pena investir no Envy X2.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Aliás, é bom notar que, mesmo se ele fosse vendido pela metade desse preço, ainda não poderíamos recomendá-lo. Afinal, de que adianta investir em um tablet que não é capaz de rodar games e que decepciona em uma série de quesitos?

Infelizmente, não foi desta vez que pudemos experimentar um híbrido de qualidade com Windows 8. Se você quer outras opções, recomendamos conferir o Lenovo Yoga ou o Sony VAIO Duo, os quais já oferecem capacidades mais avançadas.

Cupons de desconto TecMundo: