(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Apresentando uma mistura entre o que foi visto no Razer DeathStalker Ultimate e o universo Star Wars, o teclado inspirado em The Old Republic promete trazer uma experiência de jogo totalmente nova para o MMORPG. Contando com uma tela sensível ao toque e um sistema de aplicativos próprio, o produto tem a intenção de ser a opção definitiva para jogadores profissionais.

Neste artigo, você confere uma análise do dispositivo e descobre se vale a pena investir em sua compra. Não se esqueça de conferir também nossa opinião sobre o mouse e o mousepad pertencentes à mesma linha de periféricos produzidos pela Razer.

Características técnicas

  • Painel LCD com sensibilidade ajustável;
  • Tecnologia anti-ghosting que permite apertar 10 teclas simultaneamente;
  • Mais de 100 teclas totalmente programáveis;
  • Teclas com retroiluminação;
  • Sistema de iluminação lateral com cores personalizáveis;
  • Letras do alfabeto aurebesh em cada uma das teclas;
  • Cabo USB de 2 metros;
  • Peso de 1.052 gramas;
  • Preço médio: R$ 1.200.

Aprovado

Visual atraente

Assim como acontece nos demais produtos oficiais de SWTOR, o teclado produzido pela Razer incorpora vários elementos visuais da série cinematográfica. Apresentando um acabamento na cor cinza, o dispositivo conta com pequenos detalhes como a presença de inscrições em um idioma alienígena para deixá-lo mais próximo do MMO em que é inspirado.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Outro ponto que chama a atenção é o sistema de retroiluminação, que usa LEDs com a cor amarela para tornar mais fácil a visualização de cada tecla. Além disso, o produto incorpora uma iluminação lateral cujo tom pode ser alterado livremente pelo jogador — assim, quem luta pelo lado negro da força pode ter um teclado com brilho vermelho, enquanto quem defende os jedis pode incorporar o tom azul dos sabres de luz.

Teclas totalmente programáveis

Um dos pontos que se destaca no teclado da Razer é o fato de que é possível mudar completamente as funções de todos seus botões. Com isso, há a possibilidade de criar um número infinito de perfis adequados a cada um dos jogos que você possui no computador — todos eles gerenciados pelo software Synapse 2.0.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Caso você não queira aproveitar todos os recursos oferecidos pelo produto, vale a pena pelo menos investir no uso das cinco teclas dedicadas a funções Macro. Localizados no canto esquerdo do dispositivo, esses botões permitem que você configure combinações de ações que ajudam a tornar mais prática a realização de tarefas consideradas repetitivas.

Aplicativos: curiosidade interessante

Assim como acontece com o DeathStalker Ultimate, o teclado inspirado em SWTOR acompanha um sistema de aplicativos que podem ser acessados a partir da tela sensível ao toque do dispositivo. Dispondo de softwares inspirados em jogos como Battlefield 3 e The Elder Scrolls V: Skyrim, esse recurso oferece uma maneira diferente de acessar as teclas de atalho relacionadas a esses títulos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A opção mais interessante nesse sentido é o app de Star Wars: The Old Republic, através do qual você pode acessar os poderes de seu personagem ou conferir seu desempenho em batalha. Vale notar que todos os aplicativos disponíveis se tratam mais de uma curiosidade do que algo realmente essencial, podendo ser totalmente ignorados por quem já tem experiência com os comandos dos games mencionados.

Reprovado

Sensibilidade extrema

Assim como o teclado inspirado em Star Wars carrega as qualidades presentes no DeathStalker Ultimate, o mesmo pode ser dito de seus defeitos. De maneira semelhante ao que acontece no outro produto da Razer, o dispositivo baseado em The Old Republic possui um nível de sensibilidade que torna mais difícil a produção de textos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Mesmo após utilizá-lo de modo intenso durante pouco mais de uma semana, nossa equipe não conseguiu se adaptar ao produto. Durante o período, foi comum produzir textos com letras e espaços duplicados, fruto da resposta exagerada que o dispositivo possui aos comandos inseridos nele.

Hardware fraco

Infelizmente, a Razer não equipou o teclado baseado em SWTOR com um hardware potente o bastante para lidar bem com todas as funções oferecidas pelo produto. Isso se torna especialmente evidente na hora de usar os aplicativos, já que a maioria deles responde de maneira lenta aos comandos do usuário.

O problema se torna especialmente evidente no app do YouTube, que exibe vídeos a uma taxa de quadros por segundo bastante lenta. Assim, dificilmente você vai se pegar usando essa função do produto, relegando sua tela de toque simplesmente a uma forma adicional de controlar a navegação pelo computador.

Preço assustador

A combinação entre as marcas Razer e Star Wars fazem com que o consumidor tenha que pagar caro para levar o teclado inspirado na franquia para casa. O produto pode ser encontrado em lojas brasileiras por preços que variam entre R$ 1.200 e R$ 1.350, valores que não são nem um pouco acessíveis.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Por essa mesma quantia, você pode investir na compra de uma placa de vídeo potente ou em um computador completo que possua hardware de entrada. Assim, fica difícil justificar investir no acessório mesmo com todas as perfumarias apresentadas por ele.

Vale a pena?

Levando em consideração o preço cobrado pelo teclado Star Wars: The Old Republic, é bastante difícil justificar sua compra. Mesmo oferecendo diversos recursos interessantes, eles não se mostram suficientes para justificar o investimento necessário em terras brasileiras, que facilmente passa de R$ 1.200.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Quando se leva em consideração que o grande diferencial do produto, a tela sensível ao toque, não se mostra algo realmente indispensável, é uma melhor ideia investir em outros dispositivos de preço menor. A própria Razer dispõe de acessórios mais atrativos pertencentes à mesma categoria, como o Lycosa e as diferentes versões do BlackWidow.

Cupons de desconto TecMundo: