Quem vê empresas como Intel e AMD em suas posições de destaque no mercado de hardware não faz ideia do que elas já passaram ao longo de seus quase cinquenta anos de existência.

Elas já foram bem menores, batalharam no mercado de hardware, desenvolveram diferentes tecnologias, deram tiros para todos os lados e lutaram várias vezes para ver quem ficava no topo.

Pensando na longa história e nas tantas reviravoltas dessas duas, nós resolvemos separar alguns fatos curiosos para você ficar sabendo mais sobre algumas ideias improváveis delas e como chegaram onde estão hoje.

6. Os chefes já trabalharam juntos

Que elas são concorrentes, todo mundo já sabe, mas a história nos mostra que um dia, antes de seguirem caminhos separados e serem rivais, os fundadores da AMD e da Intel já trabalharam na mesma empresa. Pois é, eles não nasceram milionários nem eram donos da empresa.

Gordon Moore, co-fundador da Intel, e Jerry Sanders, a mente por trás da AMD, foram colegas na Fairchild Semiconductors — que foi responsável pela criação do primeiro Circuito Integrado. Eles se conheceram pouco antes de resolverem entrar para o mercado de hardware – em 1968, ano em que a Intel foi fundada, e em 1969, quando surgiu a AMD.

5. Trabalhando em parceria

A Intel e a AMD estão na corrida pelo topo desde o começo, mas a primeira se mostrou pioneira ao desenvolver algumas tecnologias importantes para a popularização dos computadores domésticos.

Uma das ideias da Intel que mais deu certo foi a invenção da arquitetura x86. Entretanto, a fabricante de computadores era a IBM (que criou a marca PC) e ela não aceitou que a Intel fosse a única fornecedora de chips.

Dessa forma, a Intel cedeu sua tecnologia para a AMD e elas entraram num acordo de 10 anos para fornecer chips para suprir a demanda crescente de componentes. O contrato também foi vantajoso para a Intel, que pôde conseguir acesso a várias tecnologias da AMD.

4. AMD inventou as CPUs de 64 bits

Quem é antenado em artigos sobre hardware sabe que a AMD sempre se destacou pela inovação, algo notável principalmente nos últimos 20 anos.

A Intel foi responsável pela arquitetura x86, que é compatível com softwares de 32 bits, mas foi a AMD que inventou a arquitetura de 64 bits, tanto que o padrão recebeu o nome de AMD64. A Intel seguiu esta ideia e a adotou já na linha de produtos Pentium 4.

Além dessa invenção, a AMD foi a responsável por impulsionar os processadores de múltiplos núcleos no segmento dos desktops. A companhia foi pioneira no desenvolvimento do processador de dois núcleos, bem como na introdução de APUs (unidades de processamento que já trazem chip gráfico) aos consumidores.

3. Você conhece a Moore Noyce Electronics?

Escolher o nome de uma empresa não é tarefa fácil, já que é preciso considerar questões fonéticas, de marketing e outras variáveis que podem influenciar de várias formas. Pois bem, antes de se chamar Intel, os fundadores da companhia cogitaram nomeá-la como “Moore Noyce Electronics”.

O nome fazia referência aos sobrenomes de Gordon E. Moore e Robert N. Noyce, responsáveis pela criação da fabricante. Como a pronúncia era parecida com More Noise, que significa “mais ruído”, eles resolveram criar outro nome.

Outro possível nome seria “Integrated Electronics”, mas eles não gostaram da ideia e aproveitaram as primeiras sílabas de cada palavra, daí o nome “Intel”. A marca foi adquirida por 15 mil dólares da rede de hóteis Intelco.

2. Relógios Intel Inside

A Intel já fez muito barulho no mercado de computadores, mas ela também já teve algumas ideias bem inesperadas. Lá em 1972, por exemplo, a empresa tentou abraçar a fabricação de relógios.

A decisão veio depois da compra da Microma, empresa especializada principalmente em relógios eletrônicos. No fundo, a ideia fazia muito sentido, mas os preços caíram muito, o que forçou a Intel a vender a Microma em 1978.

1. A AMD era dona da tecnologia Adreno

A comprar da ATI foi um passo gigantesco para a AMD, sendo que muitos criticam os valores da negociação. Apesar disso, a AMD abraçou um novo segmento e obteve acesso a uma infinidade de patentes da principal concorrente da NVIDIA.

Uma das tecnologias mais promissoras que era de propriedade da AMD era os chips Imageon, focados em processamento gráfico para dispositivos portáteis. Acontece que a AMD não tinha interesse nesta área, e por isso vendeu os direitos para a Qualcomm, que usou as patentes para criar os chips gráficos Adreno. Hoje, eles são usados em muitos celulares com Android.

Líderes de mercado

Essas são apenas algumas curiosidades sobre a Intel e a AMD. Atualmente, a Intel é líder em vendas de processadores para PCs, mas a AMD domina nos video games — sendo fornecedora dos componentes para Sony, Microsoft e Nintendo. A competição é realmente estimulante e curiosa!

Cupons de desconto TecMundo: