Parece que a chegada do DirextX 12 – que tem se mostrando bem superior ao DirectX 11 em benchmarks preliminares – vai colocar ainda mais lenha na fogueira da disputa entre a AMD e a NVIDIA no segmento de placas de vídeo para jogos. Em um primeiro momento, parece que é o "time vermelho" que sai na frente já que grande parte dos jogos com suporte ao conjunto de APIs está sendo desenvolvido em parceria com a AMD.

Em uma postagem no Reddit que discutia a performance do DirectX 12 em determinado jogo, Robert Hallock, Diretor de Marketing Técnico Global da AMD, disse que haverá uma vantagem para o time vermelho quando o assunto é o suporte ao conjunto de APIs: “Você vai descobrir que a grande maioria dos títulos DX12 em 2015/2016 estão em parceria com a AMD. O Mantle contribuiu muito para os desenvolvedores trabalharem com uma API de baixo nível, os consoles usam AMD e APIs de baixo nível, e agora essas sementes estão dando frutos”.

DirectX 12 e AMD: a combinação perfeita até quando?

AMD preparada. NVIDIA não

Hallock ainda argumenta que a NVIDIA não está completamente preparada para oferecer suporte total ao DirectX 12 – mesmo que atualmente ninguém tenha essa capacidade. Segundo o Diretor de Marketing, a arquitetura Maxwell é incapaz de realizar computação assíncrona sem se apoiar no uso de mudanças de contexto que são um gargalo para o processamento. Já o GCN, tecnologia da casa, consegue lidar muito bem com isso tanto nos consoles como nos PCs.

Seria essa uma reviravolta do mercado? Ainda é muito cedo para termos certeza. É muito provável que a AMD apenas tenha saído na frente, e não houve tempo para que a NVIDIA preparasse uma resposta à altura. Nesse primeiro momento, a AMD realmente sai na frente, o que definitivamente é uma notícia boa, já que, quanto maior é a concorrência, maior tende a ser o benefício para os gamers.

Cupons de desconto TecMundo: