Um vazamento de autoria do site DigiTimes revelou informações sobre a próxima geração de unidades de processamento acelerado (APUs) da AMD — dois modelos que, por enquanto, são conhecidos somente pelos codinomes "Nolan" e "Amur".

Tanto Amur (arquitetura baseada no ARM Cortex-A57) quanto Nolan (um SoC que será x86) terão como alvo o mercado mobile, especialmente o de tablets com Android. A jogada é arriscada, pois esse mercado já está bastante ocupado e a venda de tablets já não é um estouro em todo o mundo.

O lançamento estaria previsto para o terceiro trimestre de 2015, um pouco depois da próxima geração da Intel para o mesmo segmento, a Cherry Trail, mas não se sabe quando dispositivos carregando essas APUs chegam às prateleiras. O processo de fabricação deve ser o de 20 nm, mas ainda não há pistas sobre qual a fabricante envolvida.

A Amur deve suportar tanto Android quanto Linux e, segundo as fontes, é a que mais estaria em fases avançadas de desenvolvimento, agora passando por testes internos no processador. Ela deve apresentar quatro núcleos e ter a parte gráfica cuidada pela Graphic Core Next (GCN) 2.0.

Já Nolan, além do Android, terá boa compatibilidade com sistemas Windows e é tido como o substituto da APU Beema. Fique de olho no TecMundo para mais novidades sobre a família Skybridge de chips mobile da AMD.

Cupons de desconto TecMundo: