Nova plataforma de APUs teria CPU ARM integrado (Fonte da imagem: AnandTech)

De acordo com o site AnadTech, a AMD deve incluir, em 2013, um processador ARM Cortex-A5 dentro de suas APUs, que atualmente contam uma CPU x86 e uma unidade de processamento gráfico (GPU) integrada. A CPU ARM seria adicionada para servir a funções de segurança avançada.

A princípio, o Cortex-A5 fará parte de uma linha seleta de produtos e, com o passar do tempo, deve passar a integrar os chips de todas as APUs da AMD. Além disso, não se espera que o núcleo ARM seja usado para executar aplicações comuns, mas sim para fornecer um recurso de segurança conhecido como TrustZone.

Para quem não conhece, essa tecnologia da AMD é implementada tanto em hardware quanto em software e pode tornar mais seguras as transações de pagamentos pela internet, gerenciamento de conteúdo com DRM e inúmeros serviços voltados para a web ou empresas. Além disso, ela é capaz até mesmo de proteger a memória e o teclado do computador para evitar ataques via software.

A razão para a inclusão da TrustZone e não a da sua concorrente — Trusted Execution Technology, da Intel — é o fato de que essa última não faz parte da especificação x86, licenciada para a AMD.

Fontes: AnadTech, The Verge, AMD

Cupons de desconto TecMundo: