Pessoas que fazem contas falsas na Amazon para escrever análises positivas em troca de dinheiro estão sendo processadas nos Estados Unidos. Segundo informações do site The Next Web, exatamente 1.114 pessoas já receberam notificações judiciais da Amazon.

Esses fraudadores puderam ser identificados através da plataforma Fiverr, em que pessoas oferecem pequenas tarefas remuneradas na internet (no caso, reviews falsos e positivos eram comercializados a partir de US$ 5). Apesar de essas análises somarem um pequeno número no total de reviews feitos no site, elas colocam a credibilidade das críticas reais em xeque – algo que não poder ser tolerado, já que o que está escrito no campo de reviews é muitas vezes determinante no momento de efetuar a compra.

As pessoas realizavam a fraude de modo manual e não automatizado (como ocorre em casos semelhantes), já que os comentários eram redigidos especificamente para os produtos em questão, o que conferia maior credibilidade. Os fraudadores utilizavam múltiplos IDs e nomes falsos para não levantar suspeitas, o que fez com que a própria Amazon começasse a contatá-los pelo Fiverr para supostamente contratar os seus serviços e assim conseguir identificá-los e processá-los.

Cupons de desconto TecMundo: