A Amazon gerou um debate intenso entre a comunidade brasileira com a divulgação do primeiro comercial em vídeo da loja em versão nacional. A campanha se chama "Movidos por Histórias" e é focada na linha Kindle de eReaders da marca.

O clipe faz menção às ações do prefeito de Sâo Paulo, João Dória, que removeu pichações e grafites de diversas regiões da capital. No lugar das paredes, que ficaram com a cor cinza após a limpeza, foram projetados trechos de livros que estão à venda em forma de eBooks na Amazon.com.br.

Assista abaixo e tire as suas próprias conclusões:

As falas misturam clássicos, como "1984", de George Orwell, e "O Guia do Mochileiro das Galáxias", de Douglas Adams, com sucessos mais recentes — há até um trecho de "50 Tons de Cinza", de E.L. James. "Cobriram a cidade de cinza? A gente cobriu o cinza de histórias", diz o comercial, que tem pouco mais de um minuto.

Nas páginas da Amazon em que a campanha foi divulgada, incluindo no canal do YouTube, o debate está acalorado. De um lado, usuários elogiam a campanha e a valorização da literatura e da cultura em geral. Do outro, há críticas ao fato de que a empresa estaria "defendendo pichadores" e tomando um posicionamento político desnecessário.

E você, de que lado está?

Doria responde

Em uma postagem no Facebook, o prefeito João Doria criticou o comercial e chamou a marca de "oportunista". Ele ainda lançou um desafio: que a Amazon faça uma ação transformadora "doando livros para as bibliotecas, computadores e tablets para nossas escolas municipais", além de patrocinar um dos MARs (Museus de Arte de Rua) na cidade.