A linha de frente será constituída por mobiles Android e Chromebooks. (Fonte da imagem: Reprodução/AndroidnoBrasil)

A Acer, uma das maiores fabricantes de PCs da atualidade, pretende se desvencilhar dos “negócios Windows”. De acordo com reportagem publicada pelo The Wall Street Journal, o foco da empresa pretende recair sobre a produção de dispositivos Android; investimentos em Chromebooks seriam feitos também pela companhia até o final do próximo ano.

Pode parecer arriscado deixar em segundo plano a produção de máquinas Windows quando se é a terceira maior produtora de computadores do planeta, não? Atualmente, apenas a Samsung registra lucros sólidos a partir da venda de mobiles Android – Sony e LG também contam com números inspiradores, mas ainda ficam na rabeira da empresa sul-coreana.  “Para a indústria dos PCs, ainda não vi a luz no fim do túnel”, disse Jim Wang, presidente da Acer.

A fala do executivo pode estar relacionada aos resultados obtidos pela empresa neste seu segundo trimestre fiscal: uma perda que chega a US$ 11,5 milhões. “Primeiramente temos de manter nosso mercado e proteger a nossa ‘linha de fundo’. E fazendo tablets e smartphones adequadamente, podemos estar preparados para o dia depois de amanhã”, complementou Wang.  

O futuro parece pertencer aos mobiles. (Fonte da imagem: Reprodução/Phandroid.s3.Amazonaws)

Otimismo

Neste ano, e mesmo tendo computado prejuízos estonteantes em seus dois primeiros trimestres fiscais, a Acer espera conseguir de 10% a 12% de receita apenas com a produção de aparelhos Android e de Chromebooks. Esses números devem crescer em 2014 – atingindo marcas superiores a 30% da receita total projetada pela companhia.

Cupons de desconto TecMundo: