O serviço de conexão LTE, aquela que conhecemos como internet 4G para celulares, tablets e outros dispositivos móveis, já atinge cerca de 250 milhões de pessoas na América do Norte. A informação foi fornecida pela 5G Americas, associação setorial e voz da 5G para as Américas, ao apresentar dados sobre assinantes móveis para o primeiro trimestre de 2016.

Já a América Latina e o Caribe demonstraram alto crescimento da tecnologia LTE e a região é a segunda no ranking de velocidade de crescimento entre todas as regiões do mundo, crescendo 268% na comparação anual, atrás apenas da região da Ásia Central e do Sul.

A LTE está a todo vapor nas Américas. A LTE, e em menor escala a HSPA, são as únicas tecnologias crescendo no Ocidente

“Embora a 5G capturou a imaginação do setor, a LTE continua crescendo muito rapidamente.  Com sua cobertura crescente e evolução contínua através de recursos técnicos inovadores para conectar pessoas e máquinas, a LTE será a plataforma de banda larga móvel para 5G”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas.

“Em termos globais, as assinaturas sem fio de todas as tecnologias cresceram 3,4%, comparado com o mesmo período do ano passado, enquanto a América do Norte cresceu 6,9% e os Estados Unidos registraram crescimento de 7,2%”, disse Kristin Paulin, Analista Sênior da Ovum. “A LTE está a todo vapor nas Américas. A LTE, e em menor escala a HSPA, são as únicas tecnologias crescendo no Ocidente”.

Crescimento no mundo todo

Foram registradas em torno de 253 milhões de conexões LTE na América do Norte, o que representa mais da metade ou 57 % de todas as conexões móveis da região.  Esse resultado pode ser comparado com os números de outros grandes mercados globais para a LTE, a Europa Ocidental, com 26%, e a Oceania & Pacífico, com 24% do mercado LTE. Nos EUA, a LTE obteve penetração de praticamente 73%, baseada em uma população de aproximadamente 322 milhões de pessoas.

O crescimento da LTE na América Latina foi impulsionado por três principais fatores durante os últimos 12 meses: maior cobertura geográfica, o lançamento de serviços por novos operadores e mais disponibilidade de dispositivos mais econômicos

Já a América Latina apresenta taxas de crescimento altíssimas no uso do 4G. “O crescimento da LTE na América Latina foi impulsionado por três principais fatores durante os últimos 12 meses: maior cobertura geográfica, o lançamento de serviços por novos operadores e mais disponibilidade de dispositivos mais econômicos”, disse Jose Otero, Diretor da 5G Americas para a América Latina e o Caribe.  “Embora o Uruguai, o Chile e a Argentina ainda lideram a região em penetração LTE, a taxa de adoção deve crescer em Costa e Rica e no Panamá”.

Em geral, a LTE registrou crescimento anual de 100%. Dessa maneira, a LTE dobrou o número de conexões globais para 1,29 bilhão no final do primeiro trimestre de 2016, comparado com 645 milhões de conexões no final do mesmo período em 2015.

Cupons de desconto TecMundo: