(Fonte da imagem: Reprodução/Proteste)

Os consumidores brasileiros ganharam mais um aliado na luta por melhorias na qualidade da internet móvel com tecnologias de transmissão da terceira geração — o famoso 3G. Trata-se da campanha “Em Busca do 3G Perdido”, criada pela associação Proteste. O projeto está chegando à segunda fase e, com isso, espera-se que as operadoras sejam forçadas a investir em melhorias consideráveis em suas infraestruturas.

A entidade de defesa dos consumidores propõe que quem se sentir lesado por não receber a qualidade que é prometida — após tentar os contatos com suporte técnico e não receber as devidas melhorias — deve processar as operadoras na justiça. Segundo a própria Proteste, os consumidores devem entrar em contato com a equipe especializada da associação para que seja cedido um modelo de petição a ser encaminhado à justiça.

Os responsáveis pelo projeto afirmam que há vários artigos do Código de Defesa do Consumidor que podem servir como base para os processos legais, garantindo que os consumidores recebam indenizações de até R$ 13,5 mil — lembrando que esse é o valor máximo a que o processo pode chegar, não se tratando de um valor fixado pelos códigos de defesa brasileiros.

Relatórios da primeira fase da campanha “Em Busca do 3G Perdido” mostram que 43 mil brasileiros informaram problemas inerentes à internet móvel no Brasil. As reclamações mais frequentes são relacionadas à falta de cobertura de sinal 3G nas cidades e entrega de velocidades muito abaixo do que é contratado pelos planos oferecidos pelas operadoras.

Cupons de desconto TecMundo: