Escaneie seu corpo

Fonte da Imagem: Body Volume Index

Se você já frequentou academias, certamente ouviu falar do índice de massa corporal (IMC ou BMI – body mass index). É ele que norteia os exercícios e faz com que o profissional de Educação Física possa montar uma aula específica, focado nas características do seu corpo.

Pois é, este índice pode perder seu lugar de importância, graças à tecnologia 3D. No último dia 12 de outubro, foi lançado o BVI, ou Body Volume Index, que nada mais é do que um aparelho que faz uma “fotocópia” de seu corpo, permitindo visualizar onde foi parar cada pedaço daquele bolo de chocolate do final de semana.

Informações específicas

Criado pela empresa Select Research em conjunto com a Universidade Aston, o Hospital Heartland NHS e a Mayo Clinic, todos da Inglaterra, permite que 16 sensores e 32 câmeras façam uma varredura completa em seu corpo, mostrando as áreas que requerem maior cuidado.

Confira todas as imperfeições e gordurinhas localizadas

Fonte da Imagem: Body Volume Index

Isso porque existem gorduras localizadas que podem prejudicar mais do que outras. Casos de acúmulo no abdômen, por exemplo, demonstram um maior risco de doenças metabólicas específicas do que, digamos, o peso acumulado em braços e pernas.

Ao se utilizar o índice de massa corporal, entretanto, o que você confere é apenas o peso da pessoa em relação à altura, servindo como base para um plano físico maior. Com o BVI, a promessa é que o profissional consiga definir de forma mais pontual os exercícios, para que você não perca tempo na academia com aquilo que não precisa.

O dispositivo leva em conta não apenas seu peso, mas também altura, idade, sexo, formato do corpo, hábitos e histórico médico para medir de maneira pontual os riscos da saúde. Os testes do com o produto foi feitos com a ajuda de 2.000 pessoas (homens e mulheres), que tiveram o corpo escaneado para acompanhamento.

Acompanhamemento

Fonte da Imagem: Body Volume Index

Além de medir o corpo naquele momento, outra vantagem do BVI é acompanhar as mudanças das características do corpo, o que deve trazer ainda mais motivação para quem está praticando exercícios.

Controvérsias

Enquanto alguns defendem o scanner 3D (que não se utiliza de radiação, o que é uma ótima notícia), outros ainda discutem a relevância do aparelho. Além do alto custo, medições feitas pelo programa podem ser feitas por meio de uma fita métrica, ou seja, apenas uma forma a mais de fazer com que os gastos sejam maiores.

De qualquer maneira, o aparelho foi apresentado em uma conferência e, caso você saiba inglês, pode acompanhar todas as informações sobre o produto acessando este site, para tirar suas próprias conclusões.

Cupons de desconto TecMundo: