(Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Em 2005, começou a história de sucesso de um jovem garoto britânico sem muitos recursos financeiros. Jamal Edwards ganhou uma câmera digital de seus pais no Natal daquele ano e logo começou a gravar seus amigos cantando músicas. Para facilitar o compartilhamento dos arquivos com os amigos, Edwards começou a realizar o upload dos arquivos para o YouTube e os vídeos começaram a se popularizar.

Mesmo sem conhecimentos em edição, ele começou a se dedicar para aprender a fazer com que os vídeos gravados tivessem resultados melhores do que os conseguidos apenas com filmagens básicas. E ele fez tudo isso sem cursos especiais ou algo parecido. Segundo o próprio jovem, ele tinha talento e não sabia. Assim que começou a praticar, descobriu que poderia ir muito além.

Em entrevista à BBC, Jamal Edwards proferiu algumas palavras bem interessantes que servem de conselho para jovens que também estão buscando descobrir seus próprios talentos e suas aptidões: “Tente qualquer coisa! Não tenha medo de falhar! Esse é o meu conselho. A única falha é não tentar. E quando você encontrar seu lugar, aquilo em que você é realmente bom... Bata forte!”.

Do hobby à profissão

No começo, Jamal Edwards estava envolvido em vídeos do YouTube apenas para se divertir com os amigos. Depois de algum tempo, ele começou a perceber que seus projetos poderiam ser rentáveis e conseguiu monetizar o próprio canal no YouTube — depois de três tentativas frustradas, ele conseguiu provar para o serviço que o conteúdo oferecido era 100% original, uma das principais regras estabelecidas pela Google.

O canal SBTV evoluiu e hoje emprega 12 pessoas. A câmera que foi presente de Natal se transformou em um império de 8 milhões de libras esterlinas (algo próximo aos 30 milhões de reais). Jamal Edwards passou de jovem entusiasta do rap a empresário do mundo do entretenimento e conseguiu ganhar reconhecimento em todo o mundo.

Entre os principais feitos do jovem Jamal Edwards estão a obtenção dos prêmios de melhor start-up, escolhido pela Virgin Media (que tem a Virgin Records como subsidiária). Ele também é embaixador de uma instituição mantida pelo Príncipe Charles — a Prince’s Trust —, que estimula jovens britânicos ao empreendedorismo.

Cupons de desconto TecMundo: