Estaria o site virando uma TV paga? (Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Atualmente, o YouTube é muito mais do que um lugar em que você pode postar vídeos gravados em casa: conferências e shows ao vivo podem ser vistos pelo serviço, que não cobra pela maioria do conteúdo. Para ampliar ainda mais seus domínios, a nova aposta do site deve ser na programação da TV paga.

Chefe da divisão do YouTube na Google, Salar Kamangar disse em entrevista que o serviço estuda colocar uma espécie de “assinatura” especial para conteúdos de TV a cabo que estabelecerem uma parceria com o site. Quem tiver um canal nesses planos de assinatura e quiser ampliar suas transmissões poderia, portanto, ter um espaço para transmissões 24 horas nos servidores do site.

Mas o acordo ainda esbarra em algumas polêmicas: quem cria conteúdo exclusivo para o YouTube pode ser prejudicado ou deixado de lado, por exemplo. Além disso, as fornecedoras de TV a cabo são atualmente investigadas nos Estados Unidos por supostamente limitarem o tráfego em serviços de internet vendidos em conjunto com os de televisão – imagem nada boa para quem deseja uma parceria com um dos sites mais populares do mundo.

Kamangar ainda disse que, apesar da vontade, o YouTube ainda não está próximo de anunciar tais parcerias.

Fonte: Mashable

Cupons de desconto TecMundo: