Aparentemente, depois da fusão da Yahoo com a AOL, o antigo chefe da segurança de informação da Yahoo deixará a empresa. O motivo é, certamente, por conta dos ataques que ocorreram nos últimos anos. Chris Nims, funcionário da AOL, é quem vai atuar realizando o mesmo trabalho.

A Yahoo esteve em casos polêmicos envolvendo a segurança da empresa, que sofreu dois dos maiores casos de ataques da história. No total, bilhões de usuários foram afetados nos eventos de 2013 e 2014, algo que diminuiu o preço de venda para a Verizon em US$ 350 milhões (R$ 1,153 bilhão).

É esperado que a companhia recebe mais de 1 mil processos, um número extremamente algo que pode causar grandes prejuízos. A nova empresa e resultado da fusão se chamará Oath e estará sob a asa da Verizon.

Cupons de desconto TecMundo: