A notícia de que o mais novo celular top de linha da Sony será lançado com o processador Snapdragon 810 foi recebido com desconfiança: afinal, será que o Xperia Z5 passará pelo mesmo problema de superaquecimento com o componente da Qualcomm que o Z3+?

O canal Btket resolveu tirar a prova durante um hands-on na IFA 2015 e postou o resultado no YouTube. O teste envolveu gravar um conteúdo com resolução 4K.

Há o aviso de que, se a temperatura da câmera subir demais, o dispositivo será desligado automaticamente. Porém, depois de manter o dispositivo por 10 minutos parado e capturando conteúdo, ele permaneceu ativo e sem exibir mensagens de erro.

Apesar de ficar realmente mais quente, o dispositivo continuou próprio para uso — o que indica que a própria Sony deve ter trabalhado para adaptar o hardware e não deixar o chip superaquecer. Será que os problemas do processador realmente acabaram?

Cupons de desconto TecMundo: