A fabricante chinesa Xiaomi apresentou nesta quinta-feira (13) a MIUI 7, a nova versão da interface de usuário que está presente nos dispositivos Android da empresa. O anúncio é estratégico: ele aconteceu no mesmo dia em que foram revelados também os dispositivos Redmi Note 2 e Redmi Note 2 Prime.

Novamente, o destaque da interface vai para a presença dos "temas". O usuário pode escolher entre um com o predomínio da cor rosa (chamado de Goddess) ou azul, por exemplo, dependendo do gosto. São mais de 10 mil possibilidades de pesonalização, de gatinhos ao jogo League of Legends.

Organização e segurança

A galeria de fotos da MIUI 7 apresenta busca por reconhecimento facial. Isso significa que você pode encontrar fotos de amigos específicos de acordo com um algoritmo que procura apenas o rosto de uma pessoa nas imagens.

Além disso, é possível ainda personalizar as chamadas do aparelho como nunca: se um membro de um certo grupo de contatos ligar, até um vídeo pode ser reproduzido no lugar de um toque que você escolher. A empresa promete 30% de desempenho aprimorado em resposta aos comandos.

Já a bateria deve ser economizada em 25%, pois a Xiaomi fez alguns cortes em recursos que consumiam muita energia. O vídeo abaixo mostra bem como uma das interfaces é mais veloz em transições e abertura de apps.

A empresa ainda apresentou o Mi Roaming, um app exclusivo para que o usuário compre pacotes de dados de roaming personalizados para viagens internacionais. Isso facilita muito a sua vida: você não precisaria comprar um outro chip SIM daquele país, por exemplo.

Um "Kids Mode" também foi adicionado para impedir que crianças tenham acesso a todas as áreas do dispositivo, além de garantir certos conteúdos divertidos e educativos direcionados — mais ou menos como um controle parental.

Disponibilidade

A notificação de instalação da MIUI 7 começa a aparecer já nesta sexta-feira (14) para consumidores chineses donos do Mi 2, Mi 2S, Mi 2A, Mi 3, Mi 4, Mi Note, Redmi e Redmi Note. A versão global da interface, que pode conter algumas alterações para o mercado internacional, será revelada em 19 de agosto.

Por enquanto, o Redmi 2 é o único dispositivo da Xiaomi que é vendido no Brasil.

Será que o mercado brasileiro vai impulsionar a Xiaomi? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: