O brasileiro Hugo Barra está deixando o cargo de vice-presidente internacional na Xiaomi. Ele ficou 3,5 anos no comando da companhia chinesa — sendo que antes foi um dos chefes do Android na Google. Ele anunciou a saída durante esta madrugada (início da tarde na China), deixando claro que está voltando para os Estados Unidos.

Barra não disse exatamente quais as razões por estar saindo da Xiaomi, mas falou: "Os últimos anos vivendo em um ambiente muito singular estão gerando um grande custo para a minha vida e isso começou a afetar minha saúde. Meus amigos, o que eu considero minha casa e minha vida estão no Vale do Silício, que também é bem mais perto da minha família".

Com isso, o executivo da Xiaomi revelou também que vai tirar um mês de folga e então voltará aos Estados Unidos para cuidar de novos desafios — que ainda não foram detalhados.

Adeus, Xiaomi

A Xiaomi teve uma breve passagem pelo Brasil entre 2015 e 2016, até que anunciou estar tirando o pé do acelerador no mercado brasileiro. De lá para cá, a companhia investiu muito no mercado oriental e também expandiu seus investimentos para a Índia. Por fim, com o Mi Mix deixou claro que também gostaria de ingressar na Europa.

A Xiaomi já estava bem afastada do Brasil, mas agora as chances de isso mudar são ainda menores

Todo o movimento da empresa já a colocava cada vez mais longe do Brasil, mas ter um CEO brasileiro ainda mantinha um fio de esperança para os MI Fans. Agora, com a saída de Barra, as chances de a companhia voltar a ter relações oficiais no Brasil ficam ainda mais baixa — para não dizer nula.

Será que algum dia a companhia volta para cá?

Cupons de desconto TecMundo: