Brasileiro ex-Google e atual vice-presidente internacional da Xiaomi, Hugo Barra foi ao limite para provar a qualidade de um produto da empresa. Para comprovar que o vídeo do Redmi Note 3 é extremamente resistente a arranhões, pancadas e pressão, ele simplesmente atropelou o dispositivo, além de submeter o produto a uma série de "torturas".

Para começar, o especialista que está ao lado de Barra arranha e fura a tela com um dardo, uma tesoura, uma moeda e um molho de chaves (algo que realmente pode acontecer na vida real). A tela fica suja com o movimento, mas nada que impeça o funcionamento é identificado.

As provas de aplicação de peso também são intensas. Primeiro, a prova foi feita usando um hoverboard — com direito ao próprio Barra em cima do veículo. Em seguida, uma ferramenta pesada com ponta metálica caiu com tudo em cima do aparelho. Por fim, o próprio executivo conduziu um carro que passou com dois pneus em cima do display.

Nessa última prova, o barulho de algo se despedaçando no teste do carro é evidente.  Segundo os dois participantes, entretanto, a tela não apresenta danos físicos e continua funcionando normalmente. Note ainda como a câmera não dá um zoom no dispositivo após a prova, algo nada recomendado em um teste de tela. Não é possível confirmar nada só por esse vídeo (pode ser apenas que a carcaça esteja estalando com o impacto), mas o resultado ficou ao menos um pouco suspeito.

O que você achou do phablet Redmi Note 3? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: