Por mais que o assunto gere atritos entre os fãs de marcas, o fato é que as vendas, para bem ou para mal, continuam sendo uma das melhores formas de mensurar o desempenho de uma determinada plataforma. É o termômetro inevitável. A principal disputa da nova geração se dá entre PS4 e Xbox One, e as vendas do console da Microsoft, na visão do analista independente Billy Pidgeon, vão alcançar os números acumulados pelo PS4, que são acachapantes até o momento.

Pidgeon disse que o aparelho da Sony “não ficará por muito tempo no topo da lista”. “O Xbox One vendeu mais do que o PS4 já no final de 2014 e isso deverá continuar em 2015. E isso ocorre não porque a Sony está falhando em algum ponto, mas sim porque a Microsoft a está alcançando por meio de ações. À medida que o preço de hardware cai e que os exclusivos começam a ficar numerosos no Xbox One, um grupo cada vez maior de jogadores vai migrar para o console”, avalia o analista em entrevista ao GamesIndustry.

2015: um ano de equilíbrio entre PS4 e Xbox One

Na visão de Pidgeon, a penetração do Xbox One no mercado não necessariamente vai colocar o aparelho da Microsoft muito à frente do PS4, mas vai acirrar a disputa e equilibrá-la. “Eu não acredito que a penetração do Xbox One [no mercado] vai colocá-lo muito à frente do PS4, mas penso que os dois consoles vão estar muito equilibrados durante o seu ciclo. E também existe uma grande porcentagem de jogadores que possuem em suas casas os dois consoles da oitava geração. A tendência deve permanecer assim”, concluiu.

Em outras palavras, é muito sadio ver um mercado assim, competitivo e equilibrado. Uma marca dominante jamais é saudável porque ela fica com o consumidor na palma da mão e faz o que bem quer com ele. Portanto, a notícia é ótima.

Cupons de desconto TecMundo: