Todos nós sabemos que, na batalha de vendas entre consoles, o Sony PlayStation 4 está na dianteiro faz algum tempo. Contudo, segundo o líder da divisão Xbox na Microsoft, Phil Spencer, "os números não são a métrica para o sucesso".

"Não é sobre quantos consoles eu vendo. Se eu tivesse vendido um video game há dois anos e hoje ele estivesse no armário pegando poeira, isso não é uma boa coisa para os jogadores", disse Spencer durante a Xbox Spring Showcase.

O chefão do Xbox deixou claro que o importante é o número de "MAU", ou seja, o número de usuários ativos mensalmente. "O número de pessoas que interagiram com um jogo Xbox Live no Windows, Xbox 360 ou Xbox One nos últimos 30 dias é um fator crítico para a nossa equipe medir o sucesso, pois é isso que os nossos parceiros querem", afirmou Spencer.

Hoje, dados de janeiro informam que a base de usuários ativos mensais da Xbox Live está em 48 milhões, marcando um crescimento de 9% quando comparado ao mesmo período no ano passado.

"Nós não escolhemos essa métrica para esconder alguma coisa. Na verdade, eu acho que estamos mais expostos ao escolher um número que realmente mostra quantas pessoas estão utilizando de verdade a nossa plataforma, usando o nosso serviço, todo o mês, e ainda relatando isso publicamente", finalizou Phil Spencer.

E você? O que acha sobre o assunto: número de vendas vs. número de usuários ativos? Dê a sua opinião nos comentários.

O que importa mais: vendas ou números de usuários ativos? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: