A Microsoft fez ontem seu evento para mostrar os principais dispositivos da empresa com Windows 10, entre smartphones, tablets e notebooks. Mas uma das demonstrações de hoje foi particularmente impressionante por mostrar que o celular esta prestes a acumular mais uma função: um computador, literalmente, na palma da sua mão.

Mas não é como todo mundo fala, que os smartphones de hoje fazem de tudo e por isso parecem computadores de mão – eles se transformam em desktops. O acessório responsável por isso é o Microsoft Display Dock, junto da funcionalidade Continuum for Phones do Windows 10 Mobile.

Com eles, ao conectar o seu celular, ele se torna um centro de processamento que oferece uma interface muito similar à do Windows 10, com teclas de atalho, menus e tudo feito da forma como vemos o sistema operacional rodando em computadores.

A praticidade do computador de bolso

Mas qual é a real vantagem disso? Como o próprio apresentador disse durante o evento, existem situações em que você precisa de uma produtividade que só é possível obter quando se utiliza um computador – ou pelo menos três elementos conectados a ele: o monitor, o mouse e o teclado.

O Microsoft Continuum permite que a transição entre o uso de um dispositivo mobile e uma experiência de desktop seja feita de forma fluida, direta e intuitiva

Enquanto o smartphone e o tablet são extremamente práticos para algumas atividades, principalmente pela mobilidade que propiciam, algumas tarefas mais complexas exigem os acessórios de um desktop. O Microsoft Continuum permite que a transição entre o uso de um dispositivo mobile e uma experiência de desktop seja feita de forma fluida, direta e intuitiva.

O botão "Iniciar" abre a tela principal do seu smartphone, os aplicativos utilizados são universais, de forma que eles são otimizados para cada plataforma em que eles estão rodando e todos os atalhos que você usa no computador também estão presentes com o uso do Continuum.

Experiências sem interrupção com um computador de bolso

Mesmo funcionando como um computador, você pode utilizar o celular: ele não é fica bloqueado ou qualquer coisa do tipo. É possível atender ligações e abrir os mesmos apps que estão sendo utilizados através do Continuum, como quando o smartphone está ligado ao computador – com o detalhe que, desta vez, ele é o computador.

O armazenamento de arquivos é outro aspecto importante neste tipo de interação. Com as nuvens, fica muito mais fácil trocar documentos entre dispositivos, mas utilizando o seu celular como computador deixa tudo ainda mais fácil. Você não precisa, por exemplo, puxar um arquivo PowerPoint da nuvem, mexer nele no seu desktop, upá-lo novamente e baixá-lo no smartphone.

Ainda assim, é possível transferir arquivos de um pendrive diretamente para os documentos que são abertos através do Continuum pelo Display Dock – que por sinal também vem com uma entrada HDMI que oferece suporte para imagem e som em Full HD.

O futuro dos smartphones?

O smartphone deixa de ser apenas um aparelho mobile e se transforma também em computador. Pensando em grande escala, com a praticidade e a economia de espaço resultante empresas poderiam eliminar a necessidade de desktops em seus espaços de trabalho – caso as atividades permitam, claro, e sejam possíveis de ser feitas com os aplicativos disponíveis.

A tendência é que apps universais comecem a ganhar mais destaque, já que a Microsoft está incentivando os desenvolvedores a criar programas que possam ser utilizados de forma integrada nas diferentes plataformas.

Em um mundo onde computadores e componentes estão ficando cada vez menores, o Microsoft Continuum for Phones pode ser o indício de um futuro bem possível – mesmo que distante –, em que os desktops podem passar a ser um equipamento para usos mais específicos.

O que você achou do Microsoft Continuum for Phones? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: