Na última terça-feira (10), a Microsoft realizou algumas mudanças na Windows Store que afetaram o preço de diversos aplicativos ofertados através da loja. Segundo a companhia, a flutuação do valor da moeda de locais como Algéria, Brasil, Colômbia, Cazaquistão, Malásia, Nova Zelândia, Rússia, Turquia e Ucrânia fez com que ela tivesse que ajustar os valores cobrados aos consumidores.

Antes da atualização, um produto vendido a US$ 2,99 nos Estados Unidos tinha o preço de R$ 6,50 no Brasil. Em comparação, passaram a ser cobrados R$ 10,30 pelo mesmo produto após o ajuste feito pela companhia, o que representa um aumento considerável do investimento necessário para adquirir um app.

A mudança ocorreu de forma totalmente automática e veio acompanhada por um novo sistema de preços: agora, desenvolvedores podem optar por 195 opções diferentes de cobrança, enquanto anteriormente eles estavam reduzidos a 96 opções. Para completar, a companhia adicionou um novo sistema que ela diz ser capaz de detectar e remover automaticamente o número de spams publicados nos campos de análises.

O que você acha da nova política de preços da empresa? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: