Windows Phone está morrendo: SO apresenta queda massiva nas vendas

2 min de leitura
Imagem de: Windows Phone está morrendo: SO apresenta queda massiva nas vendas
Avatar do autor

O Windows Phone, sistema operacional da Microsoft para combater o Android e o iOS, foi lançado em 2010 como uma alternativa para os consumidores. No começo, muitos acreditaram que essa opção poderia representar uma ameaça para os concorrentes, mas ele nunca chegou a arranhar a soberania dos dois SOs no topo.

Agora, parece que a mídia internacional já está declarando a morte definitiva do Windows Phone – o que também pode incluir o Windows 10 Mobile. No último trimestre, 4,5 milhões de dispositivos Lumia foram vendidos em todo o mundo, bem menos que os 10,5 milhões durante o mesmo período um ano antes. Isso representa uma queda de 57%, número gigantesco e que deve preocupar muito a Microsoft. Nem mesmo um crescimento na mesma proporção resolveria o problema para a empresa.

Morrendo

No total, Microsoft e Nokia venderam um total de 110 milhões de Windows Phones, valor insignificante quando comparado aos 4,5 bilhões de aparelhos Android e iOS que já foram entregues aos consumidores. De acordo com um relatório do IDC, 400 milhões de dispositivos foram vendidos no último trimestre, sendo que 1,1% são aparelhos Lumia. Nem mesmo o Lumia 950 e o Lumia 950 XL equipados com o Windows 10 Mobile conseguiram salvar a situação.

Com essa queda vertiginosa, é difícil imaginar uma solução para esse quadro. A situação problemática não é exatamente nova, o que torna tudo ainda mais complicado. Como os esforços da Microsoft para combater a queda já foram apresentados – mais aparelhos Lumia e a chegada do Windows 10 Mobile –, é bem provável que esse seja o começo da morte do sistema operacional.

Pulando fora

Outra prova de que o SO está para morrer é a debandada dos desenvolvedores de aplicativos. A perda de espaço no mercado forçou a Tencent, responsável por aplicativos como QQ e WeChat – muito populares no mercado asiático –, a abandonar de uma vez por todas o Windows 10 Mobile. A empresa ainda culpa a Microsoft por causa disso.

A companhia de desenvolvimento de apps explica que “apesar da era do Windows 10 Mobile estar começando, não poderemos acompanhar de perto este tempo. Não é porque estamos mudando, mas a realidade é cruel, o que nos impulsiona a mudar e buscar adaptação com os novos tempos”.

Fôlego para o Surface

Em contrapartida, a linha Surface tem respirado um pouco mais aliviada no mercado. Com o Surface Pro 4 e o Surface Book, a Microsoft experimentou um crescimento de 29% nas vendas do último trimestre, passando de US$ 1,1 bilhão para US$ 1,35 bilhão no mesmo período. Será que isso vai ser o suficiente para sustentar a linha de dispositivos da empresa?

Será que já está na hora de dizer adeus ao Windows Phone? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Windows Phone está morrendo: SO apresenta queda massiva nas vendas