Embora indícios de que a Microsoft vá abandonar o uso da marca Windows Phone em breve não sejam exatamente novidade, a companhia pode adotar um caminho distinto do previsto. Em vez de simplesmente adotar o nome Windows em todas as suas plataformas, a empresa pode ter decidido dar uma nova chance ao Windows Mobile — nome que não é usado oficialmente há mais de cinco anos.

Os indícios de que isso podem acontecer surgiram em algumas descrições de vagas de emprego descobertas pelo site WMPowerUser. Na descrição de uma oportunidade para executivo de vendas, por exemplo, a organização descreve produtos como o “MSN, Microsoft Media Network, Windows Mobile, Xbox e Bing” como parte de sua linha que abrange todo o estilo de vida digital.

Situação semelhante acontece na vaga que procura um gerente de programação sênior, cuja descrição se o profissional em questão é apaixonado o bastante para “trazer ao mercado experiências distintas no Windows e no Windows Mobile”. Ao que tudo indica, a Microsoft pode ter considerado confuso demais usar somente o nome Windows 10 para descrever seus produtos para computadores de mesa e dispositivos portáteis.

A mudança também deve beneficiar os planos da empresa para o mundo dos tablets, que também devem receber o novo sistema — situação na qual a marca Windows Phone poderia gerar confusões. Resta esperar por um pronunciamento oficial para descobrir se a empresa realmente vai decidir reviver a marca que não lhe trouxe muitos sucessos no passado.

Cupons de desconto TecMundo: