Se você fosse questionado quanto à principal diferença entre o Windows Phone para o Android e o iOS, é bem provável que a resposta seria a interface, tanto por parte do visual dos tiles quanto pela aparência dos apps da plataforma. E é justamente esse design diferente que parece ser o principal objetivo dos desenvolvedores do sistema, ao que aponta uma pesquisa feita pelo Evans Data.

De acordo com o relatório trazido pelo site, a pesquisa, que envolveu 400 desenvolvedores de dispositivos móveis, mostrou que os desenvolvedores para Windows Phone gastam um tempo consideravelmente maior de seu cronograma no design da interface de seu app. Em números, eles investem 30,2% do tempo da criação do aplicativo, enquanto desenvolvedores iOS usam apenas 21,3% do tempo; já os de Android ficam com apenas 19,1%.

Menos debugs, mais atualizações

Estes não são os únicos números interessantes trazidos por eles. Com relação ao tempo gasto na busca e correção de erros de seus apps, os desenvolvedores de Windows Phone são aqueles a investir menos, com apenas 19,8% do tempo. Em comparação, o Android acaba precisando de 36,1% do tempo, em média, devido à grande variedade de software e hardware do sistema.

Além disso, a plataforma da Microsoft é a que possui desenvolvedores a gastarem mais tempo com o lançamento de atualização: eles investem 6,3% do tempo, enquanto o iOS usa só 3,7%. Por fim, quando falamos dos pontos em que cada desenvolvedor precisou de mais ajuda, a pesquisa revelou que a codificação dos apps era o maior problema no Windows Phone, enquanto o Android ficou com o teste e o debug, seguido do iOS com a codificação e o design.

Cupons de desconto TecMundo: