(Fonte da imagem: Reprodução/CNET UK)

Então você comprou um belíssimo novo Windows Phone 7 e pretende dar um salto geracional assim que o WP 8 der as caras? É melhor esquecer. Na verdade, o seu novo/velho aparelho será completamente incompatível com a nova versão do sistema operacional móvel. Um consolo? A versão 7.8... Que, entretanto, apenas renova um pouco a interface do sistema.

Isso ocorre porque, em vez de produzir um salto linear entre gerações do Windows Phone, a Microsoft quer transformar a versão 8 em um reboot, trazendo um kernel completamente diferente e sem qualquer compatibilidade com aplicativos desenvolvidos para o seu antecessor. De fato, a semelhança entre o SO vindouro e a atualização do WP 7 é apenas estética — nada além de semelhanças de interface, por assim dizer.

Na verdade, o Windows Phone 8 tem muito mais a ver com a versão para PCs do Windows 8, devendo mesmo incluir uma série de interatividades — algo que permanece como uma promessa vaga, entretanto. Mas o que poderia tornar o fato ainda mais indignante? Simples: a Microsoft já sabia que o Windows Phone 7 duraria pouco. De fato, ele foi projetado para isso.

Em entrevista ao site CNET UK, o gerente sênior de produtos do WP, Greg Sullivan, afirmou que se trata de um “salto geracional”, uma manobra estratégica importante para “estabelecer uma nova aproximação com a experiência dos pontos de vista dos usuários, a fim de criar um novo ecossistema de desenvolvimento”. Ele arremata: “De vez em quando, há esses saltos geracionais entre plataformas, e, por vezes, as empresas os realizam sem trazer consigo usuários preexistentes”. Fique ligado no Tecmundo para mais novidades.

Fonte: CNET UK

Cupons de desconto TecMundo: