Entre builds de testes e anúncios de recursos adicionais na plataforma, deve ter muita gente ansiosa para experimentar a versão final do badalado Windows 10. Porém, talvez seja a Microsoft quem está contando os dias para finalmente lançar seu novo sistema operacional e deixar para trás a mais do que tímida passagem do Windows 8. Pode parecer uma visão extrema, mas é a impressão deixada por um software que não conseguiu vencer a popularidade de um produto da empresa que já está sem suporte há quase um ano: o Windows XP.

Pode parecer brincadeira, mas o site NetMarketShare – que coleta e compila os dados de usuários da internet – revelou que saudoso XP é usado em mais máquina que o último membro da família Windows. É importante lembrar que o sistema em questão foi lançado em 25 de outubro de 2001 e só foi descontinuado no ano passado, em 8 de abril – um ciclo de vida bastante expressivo. A estratégia de cessar o suporte ao software foi uma maneira sutil de dizer aos consumidores para migrar para versão mais recente, mas a história foi outra.

No início de 2014, a soma dos computadores com as edições 8 e 8.1 do Windows chegavam a 11,3%, o XP marcava 27,5% e o Windows 7 dominava o mercado com impressionantes 48,8% dos PCs. O fim do sistema operacional de 2001 deveria, então, dar uma ajuda para o irmão mais novo, certo? A realidade é que os números atuais mostram que o grande beneficiado foi o Win 7, que saltou para uma fatia de 58% dos consumidores, enquanto a dupla 8/8.1 cresceu apenas 7,7%, anotando 14% do total.

Será que o Windows 10 vai assumir a responsabilidade de tomar o lugar do XP e, quem sabe, do próprio Windows 7? Os relatos iniciais de quem utilizou o sistema dão uma boa impressão do futuro membro da família Microsoft, mas teremos que esperar os anos seguintes para tirar a prova à limpo. Qual a sua versão preferida do Windows e qual você está utilizando atualmente? Deixe seu comentário mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: