(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Uma das grandes apostas da Microsoft com o lançamento do Windows 8 foi o uso das telas de toque nos próprios PCs. Entretanto, não é necessário lembrar que os computadores que possuem tal funcionalidade não se tornaram tão populares quanto o o esperado.

Segundo o relatório da NPD DisplaySearch, os notebooks com tela sensível ao toque representam somente 11% de todos notebooks que serão comercializados no mercado até o fim do ano – valor inferior ao cogitado pela Microsoft.

Vale ressaltar que o próprio Windows 8 foi desenhado e planejado para ser melhor utilizado por toque – e é por isso que os baixos números preocupam. Apesar disso, a NPD DisplaySearch diz que nos próximos anos esse quadro deverá ser revertido, já que não há motivos para as pessoas não comprarem notebooks com telas sensíveis ao toque se eles possuem mais funcionalidades do que os PCs comuns.

"Preços mais interessantes e a falta de funcionalidades convincentes para as telas sensíveis ao toque continuam a dificultar a adoção desses notebooks. Assim como as interfaces por toque se tornaram mais comuns em dispositivos móveis, o mesmo deve ocorrer com o tempo nos computadores", explicou o analista Richard Shim.

Outro analista, Bob O’Donnell, afirmou que a tela por toque nos notebooks não é tão apelativa ao mercado porque não existem muitos aplicativos essenciais que as pessoas sintam que precisam utilizar. Entretanto, com o aumento da popularização desse tipo de computador, no futuro o quadro deve mudar, já que mais apps serão desenvolvidos quando houver um público maior.

Cupons de desconto TecMundo: