(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Por enquanto, todos os aplicativos disponíveis na Windows Store são gratuitos. Contudo, como já era esperado, isso irá mudar. A Microsoft revelou recentemente, por meio do seu blog oficial, como os desenvolvedores (e a empresa também) poderão ganhar dinheiro com os aplicativos disponibilizados na loja virtual.

De acordo com a publicação, os preços dos programas poderão variar de US$ 1,49 (R$ 3) a US$ 999,99 (R$ 2.040). Inicialmente, a empresa de Redmond fica com 30% do valor de venda de cada software. Caso o aplicativo atinja um faturamento de US$ 25 mil, essa taxa cai para 20%.

A Windows Store suportará também programas com um período de teste de até sete dias, além de manter e acrescentar mais aplicativos e jogos gratuitos, os quais deverão contar com anúncios publicitários.

Os desenvolvedores poderão oferecer seus produtos para o Windows 8 em outros canais, como seus próprios sites. Contudo, softwares integrados à interface Metro necessitarão do certificado da Microsoft e, a princípio, precisarão obrigatoriamente ser disponibilizados pela Windows Store.

Fonte: MSDN Blogs

Cupons de desconto TecMundo: