Windows 8 poderá ser vendido apenas através de atualizações e da edição OEM (Fonte da imagem: Um Tudo)

A Microsoft está planejando acabar com sua edição comercial do Windows ao oferecer a próxima versão do sistema operacional somente através de atualizações e da venda direta da versão destinada a fabricantes de hardware – chamada de OEM – para usuários domésticos.

A informação foi divulgada por Paul Thurrott e Mary Jo Foley, do podcast “Windows Weekly”, transmitido pelo site TWiT. Segundo eles, a edição completa não estará mais disponível nas lojas, sendo substituída pela opção OEM System Builder destinada anteriormente apenas aos fabricantes de hardware.

Hoje, quem deseja adquirir uma cópia completa do Windows pode comprar a versão comercial (vendida em caixa) ou a edição OEM. Essa última deveria ser vendida apenas para as fabricantes de computadores, mas muitas empresas tem oferecido esta edição como uma compra isolada para os usuários finais.

A alteração pode marcar uma mudança nos planos de licenciamento da Microsoft para o Windows 8 e deve simplificar a oferta para os consumidores, tanto na web quanto em lojas de varejo. A única diferença entre a versão comercial e a OEM é que a primeira oferece suporte de 90 dias via telefone e email a partir da data de ativação.

De acordo com o site de notícias The Verge, a Microsoft confirmou a existência desta versão OEM System Builder para consumidores no início deste mês, revelando que os usuários de Mac teriam que usá-la para instalar o Windows 8.

A empresa irá oferecer uma atualização do novo Windows para usuários das versões XP, Vista e 7 por apenas US$ 39,90. A mudança é boa porque a Microsoft deverá lançar essa edição OEM para consumidores por um preço mais baixo do que o da versão comercial tradicional.

Fonte: TWiT, The Verge

Cupons de desconto TecMundo: