Em uma atualização do blog Building Windows 8 publicada na última terça-feira (17 de abril), a Microsoft forneceu mais detalhes sobre como funciona o modo de hibernação dos aplicativos baseados na interface Metro. Segundo a empresa, programas do tipo suspendem qualquer uso da memória quando não estão sendo usados.

A exceção fica por conta de softwares responsáveis pela reprodução de música ou que trabalhem com o envio de mensagens, que continuam trabalhando em segundo plano. A Microsoft afirma que o recurso, já presente na versão Consumer Preview do sistema operacional, permite alternar entre diversas tarefas de maneira extremamente rápida.

Embora o processo de alocação de memória RAM do Windows 8 seja semelhante àqueles presentes nas versões anteriores do produto, a empresa desenvolveu uma nova técnica que reaproveita os recursos dos softwares enviados para o estado de suspensão. O processo é semelhante ao modo hibernação, que economiza energia ao mesmo tempo em que permite reiniciar rapidamente o sistema operacional.

A Microsoft afirma que o tempo de reiniciação de cada aplicativo vai variar dependendo do espaço que eles ocupam em disco e da velocidade do computador utilizado. A companhia ainda está trabalhando em maneiras de otimizar a maneira como dados são escritos e lidos pelo sistema para tornar esse processo o mais eficiente possível. “Esperamos que muitos programas levem menos de um segundo para voltar a funcionar a partir de um estado suspenso”, afirma Bill Karagounis, um dos gerentes da organização.

Cupons de desconto TecMundo: