A Microsoft está preparando o lançamento do Windows 8 em todos os sistemas com muito cuidado. Isso porque ele deverá unir as plataformas: desktops, laptops e tablets poderão usufruir das mesmas vantagens. Para garantir que alguns problemas com as telas de toque — que ocorreram na época do Windows 7 — não se repitam, a empresa está exigindo dos fabricantes requisitos mínimos de hardware para acompanhar os sistemas que utilizarão o Windows 8.

Um dos recursos que apresentava problemas no passado eram os gestos de toque que partiam da borda da tela até o centro. Em alguns equipamentos, esse movimento era interpretado como um simples toque, o que atrapalhava a experiência de uso. Tradicionalmente, as telas de toque têm uma tendência a funcionar melhor no centro do que nas bordas.

A Microsoft está trabalhando junto aos fabricantes para resolver esse problema, mas enquanto isso não acontece, a empresa anunciou um novo recurso que estará presente no novo sistema operacional da empresa. De acordo com os gerentes de produto Jerry Koh e Jeff Piira, as telas terão um buffer de 20 pixels nas bordas da tela, criando uma compensação do movimento e impedindo que o sistema interprete de forma errada os toques, mesmo em dispositivos mais antigos.

Cupons de desconto TecMundo: