(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Mais do que representar a chegada de um novo sistema operacional aos consumidores, o lançamento do Windows 8 Consumer Preview pode significar uma grande mudança no mercado de tablets. Enquanto a Google falhou em conquistar a preferência do público nesse segmento, o novo produto da Microsoft pretende ser um concorrente de peso para a Apple e seu iPad.

Evidentemente, a empresa responsável pelo Android não vai ficar parada enquanto perde consumidores. O principal responsável pelo sistema operacional, Andy Rubin, prometeu recentemente que a Google iria dobrar o espaço que ocupa no segmento. Porém, ainda não há indícios claros de como isso vai acontecer.

Preocupa bastante o fato de a Samsung, responsável pela fabricação dos tablets Android mais populares do mercado, ter afirmado que “não está desempenhando muito bem nesse mercado”. Apesar de ter dominado o mundo dos smartphones, a Google também não parece muito disposta a melhorar a qualidade e quantidade dos aplicativos feitos para rodar em telas maiores — uma oportunidade e tanto para os competidores.

Aposta na interface Metro

Diversas decisões tomadas pela Microsoft indicam que o Windows 8 quer ser bem sucedido onde o Android falhou. Desenvolvedores terceirizados só podem criar aplicativos específicos para a interface Metro, e nenhum programa que não se baseie nela será compatível com os dispositivos que possuem arquitetura ARM, outra grande aposta da companhia.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

“Temos o melhor ambiente para aplicativos do mercado”, afirmou Antoine Leblonde durante a apresentação da versão Consumer Prewiew do sistema operacional. Isso mostra que a empresa possui uma dedicação que a Google não apresenta: em vez de simplesmente esperar que desenvolvedores criem aplicativos por vontade própria, a companhia exige que eles se adaptem à plataforma o quanto antes.

O novo produto também tem a vantagem de carregar a marca Windows, que comprovadamente é capaz de estimular sozinha a compra de novos hardwares. Caso o Windows 8 se aproxime dos números de venda obtidos pela versão 7, terá sido criado um mercado que os desenvolvedores simplesmente não poderão ignorar.

Enfrentando a poderosa Apple

Um mercado de tablets dominado pela nova plataforma e pelo iPad poderia não deixar qualquer espaço para competidores como o Android. Basta olhar para o mercado de smartphones para comprovar isso: dispositivos com o Windows Phone não provocaram qualquer impacto no segmento dominado pela Google e pela Apple.

A companhia de Cupertino é provavelmente a maior adversária a ser vencida para que a Microsoft atinja seus objetivos. Através de melhorias sucessivas no iPad e no iOS, a empresa de Tim Cook adquiriu uma força sem igual no segmento de tablets — prova disso é o convite enviado à imprensa no dia 28 de fevereiro, que sozinho foi capaz de desviar a atenção de quem acompanhava o Mobile World Congress 2012.

Cupons de desconto TecMundo: