(Fonte da imagem: The Verge)

Para aumentar o tempo de vida da bateria de dispositivos baseados na arquitetura ARM, a Microsoft estuda restringir o acesso aos aplicativos do Windows 8 feitos para rodar em desktops. As exceções seriam programas como o Office e o Internet Explorer, planejados desde a etapa inicial para não consumir muita energia dos aparelhos em que são executados.

Segundo o The Verge, tal decisão tem como objetivo permitir que tablets equipados com o novo sistema operacional consigam competir em eficiência energética com o iPad 2, da Apple. Por outro lado, a restrição pode se mostrar prejudicial à experiência oferecida por desktops e notebooks com processadores ARM, resultando em uma diminuição no número de desenvolvedores interessados em criar softwares para a plataforma.

Um Beta do Windows 8, batizado como “Consumer Preview”, que deve ser liberado gratuitamente em poucas semanas, provavelmente revelará mais detalhes sobre a nova estratégia adotada pela Microsoft. Até lá, fica a incerteza quanto à possibilidade de vermos os mesmos softwares rodando em computadores de mesa e gadgets portáteis.

Cupons de desconto TecMundo: