(Fonte da imagem: Sophos)

A empresa de segurança Sophos publicou uma nota na última sexta-feira (30 de setembro) na qual afirma que o antivírus nativo do Windows 8 não protege de forma eficaz os usuários do sistema operacional. Nos testes realizados pela empresa, o Windows Defender só foi capaz de identificar 50% das ameaças presentes na máquina utilizada pela companhia.

O Assessor de Segurança Sênior da Sophos Canada, Chester Wisniewski, usou o software EICAR para infectar uma máquina com o novo sistema operacional, que foi incapaz de detectar a ameaça relativamente comum. Embora o malware tenha provocado problemas na inicialização do sistema, o antivírus nativo da Microsoft foi incapaz de alertar a ocorrência de qualquer problema no computador de testes utilizado.

Melhorias são necessárias

Após realizar testes envolvendo diversas ameaças comuns da internet, Wisniewski concluiu que o Defender só é efetivo em 50% dos casos. A única notícia animadora fica pelo fato de o software ter conseguido detectar com precisão malwares desenvolvidos tanto para sistemas Windows quanto para as plataformas Mac e Linux.

No texto publicado em seu blog, o funcionário da Sophos leva em consideração o fato de que o Windows 8 ainda está em período de testes, mas mesmo assim, afirma que a Microsoft deve melhorar o quanto antes a ferramenta de defesa. Caso contrário, o produto não conseguirá cumprir o propósito de servir como opção principal para proteger o computador dos usuários contra softwares maliciosos.

Cupons de desconto TecMundo: