Embora o Windows 8.1 ainda não seja o sucesso de vendas que a Microsoft esperava, isso não impede que a empresa se foque cada vez mais no sistema operacional — e em seu sucessor, o Windows 10. Prova disso é que, na última semana, a companhia encerrou de vez a venda de licenças das versões Home Basic, Premium e Ultimate do Windows 7 para as fabricantes com as quais trabalha em sistema de parceria.

Na prática, isso significa que, ao adquirir uma máquina pré-montada, você não vai conseguir ter acesso a essa versão específica da plataforma. A única variação “poupada” foi o Windows 7 Professional, que deve continuar sendo disponibilizada a clientes corporativos ao menos até 2015.

A venda oficial de pacotes do sistema voltados ao público geral foi encerrada em 2013, embora ainda seja possível encontrá-los em algumas lojas que dispõe de estoques. O mesmo deve acontecer com as máquinas com o Windows 7 instalado, que devem demorar um tempo considerável até encerrar sua presença nas lojas.

O novo grande lançamento da Microsoft deve ser o Windows 10, programado para o final de 2015. O produto tem o objetivo de substituir o relativamente mal-sucedido Windows 8, cujas vendas para o comércio foram suspensas na última sexta-feira (31) — o que significa que, após o fim dos estoques atuais, consumidores comuns não vão poder adquiri-lo a não ser através de máquinas que acompanham a plataforma pré-instalada.

Cupons de desconto TecMundo: