O ministro recém-empossado Manoel Dias teria se assustado com a notícia (Fonte da imagem: Reprodução/Época)

Na semana passada, um dos colunistas da revista Época trouxe uma denúncia bastante grave. Segundo a publicação, a Microsoft estaria processando o Ministério do Trabalho em 20 milhões de reais. A acusação é a de que a empresa vendeu 100 cópias do sistema Windows para o governo e que mais de 10 mil cópias ilegais teriam sido replicadas dentro do Ministério.

Contudo, o site Olhar Digital diz ter entrado em contato com a Microsoft Brasil, que teria desmentido o caso. Ou seja, segundo a companhia, nenhum tipo de processo por pirataria corre entre a Microsoft e o governo. Ainda segundo a página, o Ministério do Trabalho ainda não se posicionou sobre o assunto. 

Cupons de desconto TecMundo: