O sucesso do Windows 10 parece ser uma reflexão natural dos esforços da Microsoft para trazer um sistema operacional robusto, compatível com periféricos e sem frescuras. Segundo uma pesquisa levantada pela Gartner, especializada em números de mercado, a nova versão do sistema operacional é a mais popular dos últimos tempos.

Gradativamente, o Windows 10 caminha para se tornar o programa mais difundido de todos os Windows, andando de mãos dadas com o Windows XP e o Windows 7, duas das versões mais populares do sistema operacional.

Atualização gratuita e compatibilidade com aplicações e dispositivos deram importante impulso

O estudo aponta que 50% das empresas terão o Windows 10 em janeiro de 2017. A atualização gratuita, de acordo com a pesquisa, foi um elemento importante nessa alavancagem. “No mercado de consumo, uma atualização gratuita casada com suporte abrangente a dispositivos e upgrades automáticos via ar asseguram que haverá milhares de usuários familiares com o sistema operacional antes do fim de 2015. Para as empresas, esperamos uma implementação que será significativamente mais rápida do que o que foi visto no Windows 7, seis anos atrás”, opinou Steve Kleynhans, vice-presidente de pesquisas da Gartner.

Além da atualização gratuita, outros fatores fizeram com que o Windows 10 tivesse rápida aceitação no mercado. A extensa compatibilidade com aplicações e dispositivos, por exemplo, além de recursos de streaming com o Xbox One e a facilidade na navegabilidade, são apenas alguns dos pontos que pintam um bom quadro para a nova versão do sistema operacional da Microsoft.

A Gartner espera que, até o começo de 2017, ao menos 50% das empresas, em escala mundial, tenham o Windows 10, com uma migração completa em 2019 (isto é, 100% dos computadores com o sistema operacional). “As organizações vão centralizar um número de aplicações ao longo dos três próximos anos para habilitar a computação independente de plataforma”, disse Nathan Hill, diretor de pesquisas na Gartner.

E no setor mobile?

Nos campos mobile e digital, a previsão da Gartner é de que mais investimentos sejam feitos nesse cenário, com telas de maior resolução e, naturalmente, um enorme foco mobile.

“Todas essas tendências apontam a um novo espaço de trabalho para os funcionários, um que é mais mobile, mais capaz de trabalhar naturalmente com humanos e, sobretudo, mais produtivo e seguro. (...) De uma perspectiva de TI, o Windows 10 e a migração de aplicativos vão ditar mudanças que podem facilitar a vida dos usuários. As atualizações serão mais frequentes e funcionais. Todos terão de se adaptar com um modelo de gerenciamento mais moderno”, ponderou Ken Dulaney, analista da Gartner. 

Caso você, leitor, também esteja utilizando o Windows 10, não deixe de relatar sua experiência na seção de comentários.

O que você acha do sucesso do Windows 10? Merece? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: